Nestlé abre Centro Tecnológico focado em inovação aberta

Buscar

Marketing

Publicidade

Nestlé abre Centro Tecnológico focado em inovação aberta

Estrutura fica localizada no Parque Tecnológico de São José dos Campos e terá fábrica de chocolates de Caçapava como piloto para projetos

Taís Farias
7 de outubro de 2020 - 13h50

Nesta quarta-feira, 7, a Nestlé anunciou a inauguração oficial de seu Centro de Tecnologia e Inovação no Parque Tecnológico de São José dos Campos. O objetivo do CI&T é se tornar um vetor de inovação para a empresa. O espaço vai concentrar o desenvolvimento de tecnologias que serão aplicadas em toda a cadeia da companhia. “É uma atividade pioneira para a Nestlé na América do Sul”, afirmou Luis Garcia Prieto, head of technical & production da empresa no Brasil.

 

(Crédito: Reprodução)

O objetivo central do lançamento é acelerar a transformação digital da empresa e trazer elementos da indústria 4.0, como conectividade e colaboração, para o tradicional segmento da alimentação. O movimento é fruto de um investimento de R$ 800 milhões em 2019, que deve se repetir em 2020 e nos próximos anos. A meta de inovação da empresa também passa por um novo treinamento de seus funcionários para se adaptarem à dinâmica digital. No curto prazo, 75% do pessoal deve ser impactado.

A inauguração do CI&T vem ao encontro do projeto de governança por pilares já estruturado pela Nestlé. Os grupos de trabalho organizam as diferentes tecnologias sob as vertentes de personalização, conectividade, process mastership e infraestrutura. Diferentemente dessa primeira parte do processo de transformação digital, onde os grupos foram liderados por colaboradores que já faziam parte do organograma da companhia, o Centro Tecnológico nasce com uma equipe externa e capacidade para quinze pesquisadores.

A localização do CI&T é estratégica para a Nestlé. O Parque Tecnológico de São José dos Campos conta com cerca de 30 empresas, 40 startups e quatro universidades que são a aposta da companhia para construir parcerias e solucionar problemas. “Um dos nossos grandes objetivos é ampliar os limites da inovação aberta”, conta Donir Costa, diretor de engenharia da Nestlé. Com esse foco, a centenária suíça pretende aumentar a eficiência da operação e atrair novos talentos.

O Centro de Tecnologia e Inovação fica a quinze minutos de distância da fábrica de chocolates da Nestlé, em Caçapava. Nela, serão aplicadas e testadas todas as inovações provenientes do CI&T. A partir do desempenho na unidade de Caçapava, uma fábrica piloto, será feito o roll-out para o restante da planta fabril.

*Crédito da foto no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe