Sem Carnaval, Ambev apoia ambulantes e vacinação

Buscar

Marketing

Publicidade

Sem Carnaval, Ambev apoia ambulantes e vacinação

Companhia que tradicionalmente marca presença junto aos foliões quer minimizar impacto do adiamento da celebração

Taís Farias
8 de fevereiro de 2021 - 12h38

Além de ser uma das principais festas do Brasil, o Carnaval é também um evento que reúne investimentos de anunciantes e patrocinadores. Com o adiamento das comemorações, em razão da pandemia da Covid-19, a Ambev que tradicionalmente marca presença junto aos foliões anunciou ações para gerar impacto positivo e minimizar os danos do adiamento.

 

Mais de cinco mil caixas térmicas começarão a ser entregues na sexta-feira, 12 (Crédito: Divulgação)

A companhia está lançando a plataforma Ajude um Ambulante, para auxiliar os profissionais que ficarão sem a renda gerada pelas vendas durante o Carnaval. O movimento vai fornecer um auxílio financeiro para os autônomos. Em parceria com o app Zé Delivery, o objetivo da Ambev é ajudar cerca de 20 mil trabalhadores em todo o Brasil, com um auxílio de até R$ 255 para cada. Para isso, os vendedores devem se cadastrar na plataforma pelo site.

Com o cadastro aprovado, o ambulante recebe R$ 150 e um código para distribuir aos consumidores. Cada vez que o código é usado, no Zé Delivery, o ambulante recebe R$ 5, com máximo de 20 usos por profissional. Aqueles que fizerem um curso profissionalizante sobre consumo responsável de álcool disponível na plataforma recebem R$ 5 extras.

A Ambev também anunciou que vai doar as caixas térmicas, que seriam usadas pelos ambulantes para manter suas bebidas geladas durante os bloquinhos, para as Secretarias Estaduais de Saúde de 26 estados e do Distrito Federal. A ideia é ajudar no armazenamento e transporte de vacinas contra Covid-19. As mais de cinco mil caixas começarão a ser entregues na sexta-feira, 12.

Segundo a companhia, as caixas foram adaptadas para uso médico e contam com termômetro para controle da temperatura. A logística de distribuição será feita pela Ambev, junto com seus parceiros Transportadora Real94 e LZN Logística. Estados com menor renda e maior população terão prioridade.

*Crédito da foto no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe