Mattel retoma acordo para licenciar as princesas da Disney

Buscar
Publicidade

Marketing

Mattel retoma acordo para licenciar as princesas da Disney

Fabricante de brinquedos havia rompido com a empresa de entretenimento em 2016, mas voltará a produzir itens inspirados nas personagens da marca e na franquia Frozen

Bárbara Sacchitiello
27 de janeiro de 2022 - 10h59

Produtos inspirados nas personagens da Disney, como Moana, passarão a ser fabricados pela Mattel (Crédito: Reprodução)


Do Ad Age

A Mattel recuperou a licença para produzir brinquedos e outros licenciados baseados nas princesas do universo da Disney e também na franquia Frozen.

Nessa quarta-feira, 26, a empresa, que é a segunda maior fabricante de brinquedos dos Estados Unidos, anunciou um acordo de longo-prazo com a Disney e disse que a nova coleção de licenciados já deve ir para as lojas a partir do começo de 2023. O acordo representa um retorno da parceria entre a Mattel e a Disney, já que as duas empresas haviam rompido em 2016, quando a companhia perdeu para a Hasbro, sua principal concorrente, o direito de produzir os licenciados da Disney.

As vendas de brinquedos nos Estados Unidos se recuperaram após uma forte queda registrada no começo da pandemia. A Mattel, famosa mundialmente pela Barbie e também pela marca Fisher-Price, disse, em outubro, que espera que suas vendas no ano crescessem 15%, em uma revisão da projeção anterior, que estimava um crescimento anual entre 12% e 14%.

“Como líderes mundiais em fabricação de bonecas, estamos ansiosos em trazer nossa abordagem Mattel Playbook para o gerenciamento de marca, experiência em produtos e marketing e atenção implacável aos detalhes e à qualidade para criar linhas inspiradoras e inovadoras para essas histórias e personagens icônicos”, declarou Richard Dickson, chief operating officer da Mattel, em comunicado.

Jaime Katz, analista da Morningstar, disse que o novo acordo da Mattel, que foi noticiado em primeira mão pelo Wall Street Journal, “sinaliza o reestabelecimento de uma boa-vontade com a Disney e suas marca, o que abre uma potencial oportunidade de ampliação dos licenciados à longo prazo.”

A perda do contrato com a Disney, em 2016, representou uma fissura entre a fabricante de brinquedos e a empresa de entretenimento e contribui para uma série de episódios que derrubaram os valores das ações da Mattel nos últimos anos.
A Hasbro não respondeu aos pedidos do Ad Age para comentar sobre a perda do contrato com a Disney. A companhia declarou nessa quarta-feira, 26, que renovou sua licença para a feanquia Star Wars e que assinou um novo contrato para o desenvolvimento de brinquedos baseados na franquia Indiana Jones.

Publicidade

Compartilhe

Veja também