Gerando Falcões cria game para fomentar o “metaverso social”

Buscar
Publicidade

Marketing

Gerando Falcões cria game para fomentar o “metaverso social”

Desenvolvido em parceria com a Accenture Song dentro da plataforma Roblox, o jogo Missão Favela X é o primeiro movimento da Gerando Falcões no metaverso

Amanda Schnaider
25 de maio de 2022 - 11h13

A ONG Gerando Falcões lançou neste mês o jogo Missão Favela X, desenvolvido em parceria com a Accenture Song dentro da plataforma Roblox. O game marca a entrada da ONG no que o seu fundador e CEO, Eduardo Lyra, chama de “metaverso social”. “O que queremos é fomentar o metaverso social. O que significa o metaverso social? É utilizar a realidade alternativa como uma alternativa para a realidade”, explica Lyra.

 

Jogo tem o objetivo de educar as crianças e os jovens sobre os desafios fundamentais para a erradicação da pobreza (crédito: divulgação)

O jogo é composto por quatro fases, sendo que cada fase é um desafio social da favela, que passa por infraestrutura, educação, cultura e tecnologia. “Nesse jogo as crianças e adolescentes são levadas através de uma trilha em que quanto mais jogam, mais consciência social e compreensão dos desafios em favela ganham. A cada fase elas vão solucionando desafios de infraestrutura, como saneamento básico, educação, até que chegam na sala de comando, onde conseguem tomar decisões sistêmicas sobre a favela”, explica o CEO da Gerando Falcões.

O objetivo do game é educar as crianças e os jovens sobre os desafios fundamentais para a erradicação da pobreza, conscientizar a geração futura e arrecadar fundos por meio de apoiadores para acelerar a transformação das favelas. Todo o dinheiro arrecadado nessa ação será revertido para os projetos da Gerando Falcões.

Além de trazer os gamers para a missão social de combater a pobreza, o game quer atrair grandes marcas como parceiras. Até o momento Nestlé, 99 e Havaianas estão apoiando o projeto. As empresas apoiadoras do projeto terão a oportunidade de ter suas marcas expostas nas comunicações — especialmente dentro do jogo –, além de participar da criação e evolução do metaverso social. Todo o dinheiro arrecadado nessa ação será revertido para os projetos da Gerando Falcões. Para Lyra, as marcas precisam não só estar no metaverso, mas participar do metaverso social. “Esse é o grande ponto. Não é estar por estar, é estar com propósito”.

Esse é o primeiro movimento da Gerando Falcões no metaverso. Para Eco Moliterno, chief creative officer da Accenture Song Brasil, as favelas são as grandes startups criativas do Brasil. “Lugar onde é o berço das criatividades brasileiras. O Edu já foi da favela para o mundo, agora é a hora de levarmos o mundo para a favela. Estamos construindo pontes, conectando pessoas através desse novo espaço.”

Publicidade

Compartilhe

Veja também