Kwai fecha patrocínio da Copa América 2021

Buscar

Mídia

Publicidade

Kwai fecha patrocínio da Copa América 2021

Marca se torna a primeira rede social na história a patrocinar a competição promovida pela Conmebol e cria fundo para apoiar criadores de conteúdo esportivo

Valeria Contado
20 de maio de 2021 - 15h27

Kwai se torna patrocinador da Copa América e busca ser uma janela da competição fora dos gramados (crédito: divulgação)

O Kwai, rede social voltada a produção de vídeos curtos, divulgou nesta quinta-feira, 20, que irá patrocinar a Copa América. A parceria foi anunciada através de uma transmissão online com a participação de Arturo Martínez, gerente geral Kwai América Latina, e Juan Emilio Roa, diretor comercial da Conmebol. O evento contou com a apresentação dos comediantes argentinos Molfino e Vidaña, e do mexicano Faisy.

No Brasil, a competição será exibida na TV aberta pelo SBT e a rede social irá trazer conteúdos especiais de bastidores, entrevistas com jogadores, challenges, sempre trazendo assuntos voltados para o público que acompanha o futebol.

O aplicativo está preparando 16 lives, com início em 31 de maio até 10 de julho. Além disso, estarão disponíveis 20 desafios realizados através da hashtag #desafioscopa, 40 efeitos da Copa América e uma playlist especial com músicas para a competição.

Na visão da plataforma, o futebol é uma porta de entrada para que o Kwai se consolide como o aplicativo de maior relevância na gama de vídeos curtos. Essa é mais uma iniciativa da plataforma visando se tornar a segunda tela do fã de futebol, que, neste ano, junto com a Band, criou o reality-show Microfone Aberto, que pretende escolher um novo comentarista para o programa Jogo Aberto.

Mariana Sensini, country managing director do Kwai no Brasil, explica que a marca fez um trabalho intenso em junto com a Conmebol para entender os perfis e particularidades dos torcedores de cada país.

Com escritórios no México e na Colômbia, além do Brasil, a Copa América, por ser uma competição continental é, também, uma oportunidade para o Kwai se consolidar nos países latino-americanos. “Buscamos ser a plataforma mais importante para que eles acompanhem esses conteúdos”, avalia Sensini.

Juan Emilio Roa, da Conmebol, explica que a integração entre o aplicativo e a empresa é fundamental para a aproximação com os torcedores. “O Kwai é a primeira rede social que nos acompanha. Parte dos objetivos da Conmebol é estar mais perto dos torcedores”, diz. Ele afirma, também que, com a parceria, a entidade irá conseguir distribuir melhor o seu conteúdo.

Para o Kwai, além de se consolidar no segmento, a missão é conseguir engajar os torcedores. “A Copa América é o novo projeto e nós temos uma série de objetivos de engajamento com o conteúdo”. Arturo Martínez conta que, para o Kwai, é muito importante que os usuários aceitem cada vez mais o aplicativo em seu cotidiano. “Queremos ser uma janela para ver o que acontece além do campo”, comenta.

Toda a relação de patrocínio da plataforma com a competição, atualmente, gira em torno da criação de conteúdo para aumentar a sua base de usuários, mas Sensini ressalta que a empresa tem um trabalho de marketing forte e deve continuar investindo em estratégias de comunicação. Atualmente a rede conta com mais de 300 milhões de usuários no mundo e 60 milhões de usuários ativos na América Latina.

A vez dos criadores de conteúdo

O Kwai tem como parte dos seus planos se aproximar dos criadores de conteúdo locais, segundo Sensini. Desse modo, a empresa criou um programa de incentivo aos creators que trabalham com esporte.

Mariana Sensini, Country Managing Director do Kwai no Brasil

“Nosso objetivo é trabalhar com os produtores de esportes de diversas características. Queremos incentivá-los a criarem e verem no Kwai uma fonte de divulgação do trabalho e de monetização”, explica a diretora.

Para isso, a plataforma conta com um fundo de investimento de US$ 10 milhões para incentivo através de um programa de monetização, com workshops e um time para guiar os criadores em sua jornada.

Arturo Martínez explica que faz parte do compromisso do Kwai ajudar os criadores de conteúdo a se profissionalizarem e fazer com que eles se sintam valorizados. “Queremos nos engajar com a criatividade que tem na América Latina”.

As inscrições para o ‘Programa de Criadores de Esporte’ devem ser feitas através do site da marca, e vão de 20 de maio a 30 de junho. Sensini conta que os criadores passarão por um processo de curadoria e são avaliados antes de entrar no projeto. “A equipe de curadoria seleciona as pessoas que são aprovadas, e elas são remuneradas de acordo com os trabalhos”, pondera.

Publicidade

Compartilhe