Dicas para deslanchar na carreira internacional

Buscar
Publicidade

Opinião

Dicas para deslanchar na carreira internacional

Faça trabalhos voluntários na sua área para que impulsione oportunidades de trabalho. Network é essencial para saber de uma oportunidade no futuro e até mesmo criar novos projetos


15 de setembro de 2017 - 8h43

Toda vez que se muda para um país novo, se você não teve a sorte em ser transferido de uma empresa para a outra, é necessário se ambientar com a cultura e o jeito de trabalho local. Para isso, a minha dica principal é: voluntarie-se! Faça trabalhos voluntários na sua área para que impulsione oportunidades de trabalho. Você poderá desenvolver conhecimentos diferentes, por estar trabalhando com pessoas de culturas diversificadas, que não falam a sua língua nativa, e que possuem outras visões e valores. Além de toda a rica bagagem que lhe proporcionará em sua carreira, esse tipo de iniciativa poderá lhe agregar novos contatos.

Network é essencial para saber de uma oportunidade no futuro e até mesmo criar novos projetos que podem ser desenvolvidos ou indicados por pessoas que participaram com você de trabalhos voluntários anteriores.

Eu tive a oportunidade de fazer trabalhos voluntários nas cidades de Toronto, São Francisco, São Diego e Los Angeles. Acredito que mudei a minha forma de respeitar as regras. Como, por exemplo, o horário de chegada ser antes do horário marcado, pois sempre precisamos pensar que os principais organizadores poderão precisar de um extra help, podendo ser coisas simples, mas que farão a diferença quando eles lembrarem de você oferecendo mais trabalho no dia da ação ou até trabalhos futuros.

Saber ouvir, respeitar as opiniões diferentes para encontrar um equilíbrio onde todos no final do dia sairão realizados por serem úteis e terem trabalhado com pessoas que estão ali por amor e não por obrigação. Essa lição deve ser carregada para o nosso dia a dia, no qual também devemos ter o cuidado em respeitar o ambiente, sem provocar competição — às vezes é muito comum ver esse tipo de conflito em agências de publicidade.

O que mais me ajuda é uma frase famosa de Charles Chaplin: O Último Discurso, do filme O Grande Ditador.

“(…) Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Desejamos viver para a felicidade do próximo – não para o seu infortúnio. Por que havemos de odiar ou desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover todas as nossas necessidades. (…)”

Publicidade

Compartilhe

Veja também