Mudanças por meio da tecnologia e conexão

Buscar

Opinião

Publicidade

Mudanças por meio da tecnologia e conexão

Mais do que acompanhar as transformações no modo como as pessoas consomem, é necessário entender como compartilham e se conectam


28 de janeiro de 2021 - 14h00

(Crédito: Orbon Alija/istock)

A discussão sobre o papel da tecnologia nas relações é uma constante em meu dia a dia. E, durante o período da Covid-19, essa relação ganhou ainda mais importância. Um estudo global, divulgado recentemente pela Lenovo, se propôs a analisar a nova realidade das pessoas e como se relacionam com a tecnologia. A pesquisa comprovou que as inovações não apenas abraçam, mas também facilitam a empatia em escala global. Cerca de 60% dos entrevistados ouvidos se consideram mais empáticos agora, após a pandemia do coronavírus (foram ouvidas mais de 15 mil pessoas do Brasil, China, França, Alemanha, Índia, Itália, Japão, México, Reino Unido e EUA.)

Os resultados também sustentam a crença de que a tecnologia tem o poder de impulsionar uma mudança positiva. Ela é apontada como um valioso meio para gerar empatia, conexão e engajamento nas causas sociais, na medida em que dá visibilidade às pessoas e iniciativas que podem nos inspirar por suas conquistas e propósitos.

O modo como as estratégias de marketing é pensado, atualmente, leva em consideração os anseios dos consumidores por causas nobres e valores humanos e como as empresas respondem aos mesmos. O fato é que a percepção sobre esses valores está muito mais relacionada à narrativa que cada empresa conta sobre si mesma, além do legado que vai deixar para as futuras gerações, versus estratégias apenas focadas em benefícios de produtos.

Não é por acaso que cada vez mais as empresas buscam se conectar de maneira natural e orgânica por meio de ações com os influenciadores. Neste sentido, o fator mais importante é justamente a escolha dessas pessoas! É um trabalho feito quase a dedo, pois elas vão ajudar na construção de uma narrativa que propague não apenas os benefícios de um produto, mas também que represente uma identificação real entre a marca e o seu público-alvo.

Mais do que acompanhar as transformações no modo como as pessoas consomem, é necessário entender profundamente como elas compartilham e se conectam, seja no mundo real ou virtual. Empresas que entendem isso conseguem inovar à medida que lançam produtos e serviços que permitem que as pessoas usem as novas tecnologias como forma a potencializarem sua conectividade e expandir suas ideias.

Algumas empresas apostam em uma estratégia de mostrar pessoas reais que, acima de um objetivo pessoal, buscam através de suas vivências impactar o mundo de uma maneira positiva; e a tecnologia, muitas vezes, é colocada como um importante aliado para que possam expressar suas ideias. Essa ligação tão íntima entre comunicação e propósito é algo que só tende a fortalecer a relevância de marcas que estejam dispostas a impactar positivamente suas comunidades e apoiar iniciativas importantes para o desenvolvimento da sociedade.

**Crédito da imagem no topo: hh5800/iStock

Publicidade

Compartilhe