Como incentivar a vivência dos valores da empresa no dia a dia dos colaboradores?

Buscar

Como incentivar a vivência dos valores da empresa no dia a dia dos colaboradores?

Buscar
Publicidade

Opinião

Como incentivar a vivência dos valores da empresa no dia a dia dos colaboradores?

Em uma edição recente da Harvard Business Review, a revista divulgou uma pesquisa com líderes de RH demonstrando o que eles esperam e entendem ser necessário para melhorar o ambiente interno.


17 de fevereiro de 2023 - 14h00

Valores Empresas

(Créditos: Shutterstock)

Os valores de uma companhia devem estar presentes e serem compartilhados por todos os funcionários, pois são eles que influenciam como devem ser os comportamentos, as atitudes e as decisões tomadas. Além de apoiar a visão da empresa diante de seus objetivos, a vivência dos valores organizacionais molda também a cultura e a identidade corporativa.

Em uma edição recente da Harvard Business Review, a revista divulgou uma pesquisa com líderes de RH demonstrando o que eles esperam e entendem ser necessário para melhorar o ambiente interno. E a principal resposta foi que os gestores pudessem passar pelo menos um terço do seu tempo desenvolvendo colaboradores, mas a realidade é outra. O estudo fez um levantamento com centenas de executivos que demonstraram que o número real é menor que dez por cento (9%), em média.

Por isso, dia a dia é importante inserir as práticas corretas para aproximar a empresa dos colaboradores por meio dos valores. Pensando em te ajudar nesse processo, listo aqui 4 orientações de ações que podem melhorar e incentivar a vivência dos valores no ambiente corporativo.

1. Processo seletivo

O primeiro contato do profissional com os valores da empresa ocorre durante o processo seletivo e esse é também o momento de a empresa avaliar se existe o alinhamento cultural entre ambas as partes. Ao realizar processos seletivos na sua empresa, lembre-se de disponibilizar informações claras e objetivas sobre os valores organizacionais e as características necessárias para as vagas em aberto. Além de ajudar a filtrar as candidaturas, isso trará também uma melhor experiência para os candidatos. Um processo seletivo realizado de forma eficaz pode beneficiar diversos fatores do clima organizacional, como a atração e retenção de talentos.

2. Onboarding

O onboarding é uma ótima forma de relembrar os valores da organização e tornar a integração do novo colaborador mais especial. Afinal, ele já poderá iniciar a sua jornada conhecendo a cultura organizacional e se sentir mais seguro diante de fatores como o código de condutas, a política interna etc. É possível promover momentos com o RH para workshops ou palestras sobre a história da empresa; cartilha de dúvidas frequentes; dicas de boas-vindas e outras ações.

3. Gamificação

A gamificação é uma estratégia eficaz e que garante a internalização de informações. Ela utiliza técnicas e características de jogos em outros processos e um deles pode ser a divulgação dos valores organizacionais. Você pode criar jogos, brincadeiras e desafios para potencializar a comunicação das informações estratégicas da empresa e, além disso, garantir a integração e a motivação dos colaboradores.

4. Feedback

O feedback se tornou uma ferramenta fundamental para o crescimento das empresas. Através dela, os profissionais podem aprender e aprimorar as suas habilidades técnicas, suas ações podem ser revistas e melhoradas e o trabalho pode ser direcionado de acordo com os objetivos da organização.

Dar e receber feedbacks se tornou uma necessidade para o alcance de melhores resultados e deve se tornar cada vez mais presente no mundo corporativo, já que é um canal de comunicação onde se torna possível o reconhecimento e o investimento na relação entre empresa e colaborador. Através dele é possível informar as ações, os comportamentos e valores esperados do outro e assim possibilitar o aprendizado constante e um melhor desenvolvimento profissional.

Se torna indispensável a utilização de ferramentas que permitam uma comunicação de mão dupla, onde líderes e colaboradores possam ser ouvidos e compreendidos. Para que a cultura do feedback seja reconhecida é importante que se mantenha uma periodicidade bem definida.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Longe do fim

    A luta pela equidade de gênero e raça no mercado da comunicação e do marketing

  • Futebol das bets

    O que muda com a regulamentação para a publicidade do setor? Por Fabricio Murakami, CMO e cofundador da Pay4Fun