O que faz um time de futebol ser uma marca única?

Buscar

O que faz um time de futebol ser uma marca única?

Buscar
Publicidade

Opinião

O que faz um time de futebol ser uma marca única?

Conheça os três pilares que dão um potencial de marketing exclusivo aos clubes


10 de abril de 2024 - 6h00

Futebol é cultura para o brasileiro. É algo que todos têm contato desde o dia do nascimento, está imerso na rotina das pessoas, presente no vocabulário, no vestuário, no jornalismo, na publicidade e em diversos elementos do cotidiano. O indivíduo pode até não ligar para o esporte, ou então preferir outras modalidades, mas com certeza possui alguém próximo que é aficcionado.

Uma das razões para a existência desse fenômeno é que o ato de torcer gera uma sensação de pertencimento. A partir do momento em que alguém veste a camisa de um clube, aquela pessoa passa a fazer parte da instituição e, portanto, deverá amá-la e defendê-la, independente da ocasião. Como o Brasil, segundo a Fifa, é disparado o país com o maior número de times profissionais no mundo, 783, a quantidade de torcedores também é gigantesca.

O curioso é que, apesar de existir essa variedade tão grande, cada torcedor se comporta de maneira singular, afinal, as pessoas se conectam com o esporte de modos diferentes. Fãs do mesmo time podem ter manias e superstições completamente distintas, por exemplo. Isso torna o futebol um produto único no mundo, com os clubes sendo também marcas individuais muito poderosas, que estão regidas por três pilares: lealdade, fidelidade e paixão.

O torcedor brasileiro é leal ao seu time. Portanto, não vai consumir nada que seja de outro clube. O vascaíno jamais consumirá algo do Flamengo, a não ser que seja um clássico entre ambos, por exemplo. Com isso, a instituição tem a certeza de que não será trocada por uma marca concorrente.

Há também a fidelidade. Ou seja, ainda que o clube esteja em má fase, ou então sofra uma dura derrota, o torcedor não deixará de acompanhar o time. Quando houver a próxima partida, ele estará pronto para apoiar a equipe. Portanto, o engajamento é garantido.

Por fim, tudo que o adepto faz é movido à paixão. Ele compra os uniformes, ingressos, viaja mais de mil quilômetros para ver uma partida do clube, coleciona os produtos oficiais, tatua o símbolo, enfim, é um amor constante que faz com que um indivíduo enfrente os maiores desafios a fim de estar junto com a equipe. Assim, a aderência é constante.

Cada clube de futebol carrega consigo a força de uma marca única, com um potencial de marketing gigantesco. Há um espaço muito grande no esporte para desenvolver peças e campanhas das mais variadas, pois a paixão dos torcedores faz com que as ativações contem sempre com uma alta e constante quantidade de consumidores. Por isso, é importante respeitar o amor dessas pessoas e elaborar produtos que possam beneficiar ambas as partes.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • O branding por trás das estruturas

    Você já se perguntou por que alguns segmentos possuem mais destaque do que outros quando falamos de construção de marca?

  • Networking com conteúdo

    Procura por ambientes qualificados de ampliação e fortalecimento das redes de relacionamentos profissionais, potencializados por oferta de informação e inspiração, move sucesso dos eventos para conexões entre lideranças