Zenvia: o impacto das redes sociais nas decisões de compra

Buscar
Publicidade

Notícias

Zenvia: o impacto das redes sociais nas decisões de compra

Pesquisa do Conselho Internacional de Shoppings Centers revela que 85% da geração Z é influenciada principalmente pelo TikTok e Instagram

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


24 de maio de 2024 - 6h03

Zenvia ressalta importância de plataformas como Intagram e TikTok para atrair geração Z

Letícia D’Angelo é diretora de clientes enterprise da Zenvia (Crédito: Divulgação)

O uso contínuo das redes sociais impacta a maneira como os consumidores tomam decisões de compra. Essas plataformas moldam comportamentos e desempenham papel crucial em uma era na qual a vida digital é extensão da vida física.

Estudo do Conselho Internacional de Shoppings Centers aponta que 85% da geração Z é influenciada pelas redes sociais durante uma compra. Os jovens nascidos entre o final dos anos 1990 e 2010 são fortemente impactados pelo TikTok e Instagram, plataformas citadas por 45% dos entrevistados.

Além disso, 54% afirmam que análises de produtos são o conteúdo que mais afeta suas escolhas de consumo. Esse sentimento surge ao ver pessoas recomendando produtos ou compartilhando suas experiências, uma vez que aumentam a sensação de autenticidade e confiança.

Zenvia ressalta importância das redes sociais

A Zenvia, empresa de experiência do cliente, ressalta, ainda, a importância dessas plataformas, que oferecem recomendações autênticas, impulsionadas por influenciadores, e personalizam anúncios com base no comportamento do usuário.

O uso de técnicas como a criação de senso de urgência com ofertas limitadas e a facilitação de compras diretamente nas redes sociais torna a experiência de compra fluida e conveniente. Essas estratégias colaboram na construção de jornada eficaz.

Letícia D’Angelo, diretora de clientes enterprise da Zenvia, explica que as marcas têm utilizado a publicidade personalizada por meio de algoritmos que analisam o comportamento online dos consumidores.

“Isso inclui preferências, histórico de compras e ações de navegação, permitindo criar anúncios altamente relevantes e personalizados que consideram localização e comportamento recente”, menciona.

Assim, os consumidores sentem que as empresas entendem suas necessidades individuais, o que aumenta a probabilidade de aquisição de produtos e serviços.

Impacto dos influenciadores

As figuras influentes, sejam celebridades ou criadores de conteúdo, geram confiança e conexão entre os jovens que adotam as recomendações sugeridas por eles.

“O marketing de influência desempenha um papel crucial na jornada do cliente, inserindo-se em todos os pontos de contato e influenciando diretamente as decisões de compra dos consumidores dessa geração”, diz Letícia.

De acordo com o Customer Insights 2024, pesquisa desenvolvida pela Zenvia, em parceria com a MindMiners e SenseData, do ponto de vista de quem atende aos clientes, os principais desafios estão relacionados:

– Ao engajamento (40%)

– Retenção (36%)

“Utilizar influenciadores pode ser uma estratégia eficaz para transpor esses desafios, pois ajuda a construir uma jornada mais envolvente”, afirma a executiva.

Atraindo consumidores com redes sociais

A partir das comunidades e opiniões dos consumidores, as marcas podem obter feedbacks assertivos sobre seus produtos e serviços.

Dessa forma, as empresas podem monitorar discussões e interações para identificar necessidades e preferências emergentes.

“Essa prática permite que as empresas ajustem e desenvolvam produtos mais alinhados com as expectativas do público”, afirma a diretora de clientes enterprise da Zenvia. “Além disso, melhora continuamente a experiência do cliente com base em insights genuínos e vivências reais.”

Entre as melhores estratégias práticas para atrair consumidores nas redes sociais, a profissional cita a personalização de ofertas por meio de algoritmos; compartilhamento de conteúdo real e autêntico; e integrar botões de compra e opções de pagamento simplificadas diretamente nas plataformas sociais.

“Essas medidas tornam o processo de compra mais conveniente e intuitivo, melhorando a experiência do cliente e aumentando as taxas de conversão”, conclui.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Quando os “carros voadores” decolarão no Brasil?

    Quando os “carros voadores” decolarão no Brasil?

    Os eVTOLs prometem revolucionar a mobilidade urbana nos próximos anos, mas a falta de regulamentação e o alto investimento ainda são entraves ao setor

  • EY aponta a mudança da realidade no trabalho

    EY aponta a mudança da realidade no trabalho

    Flexibilidade, IA e wellbeing são os temas prioritários, detalhados pelo sócio de consultoria em gestão de pessoas da EY Brasil, Oliver Kamakura