Como os criativos lidam com o não a uma ideia criativa?

Buscar

Como os criativos lidam com o não a uma ideia criativa?

Buscar
Publicidade

Comunicação

Como os criativos lidam com o não a uma ideia criativa?

Profissionais de criação contam como lidam com negativas no dia a dia e o que extrair dessas situações


2 de agosto de 2023 - 6h00

Criativos falam sobre como lidar com a negativa na publicidade (Crédito: wee dezign / shuttestock)

Criativos falam sobre como lidar com a negativa no dia a dia (Crédito: wee dezign / shuttestock)

A criatividade é definida como a “capacidade de criar ou inventar; engenho, engenhosidade, inventiva” segundo o dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa Michaelis. A mesma publicação define os criativos como sendo “o que possui grande capacidade de criar (diz-se de pessoa); criador, fecundo, inovador: É um dos profissionais mais criativos de sua área”. São conceitos subjetivos, mas são a essência do ofício das agências de publicidade.

São por meio dos elementos acima descritos que um cliente ou anunciante pode definir como seguir com a sua comunicação. No entanto, existem diversas etapas que determinam continuidade ou não de uma ideia. Aspectos financeiros e de complexidade na execução também se tornam pontos fundamentais para a aprovação ou desaprovação.

Como entender um não?

Por esse motivo, os criativos têm como parte de seu trabalho saber lidar com uma negativa, afinal, o “não” fará parte constante da rotina desses profissionais. “Vejo que o primeiro sentimento é de frustração, porque, além de todo o esforço que colocamos nos trabalhos, é bem comum a gente se empolgar com a ideia. E é importante que seja assim”, diz Carla Cancellara, diretora executiva de criação da Fbiz.

A executiva também explica que o não é tão esperado no trabalho de um criativo que, muitas vezes, os profissionais levam mais de uma opção de ideia para os clientes e gestores.

O primeiro não da carreira de Dani Ribeiro, diretora-executiva de criação da Publicis Brasil veio quando era estagiária. A experiência fez com que ela entendesse a importância do alinhamento de ideias.

Na época, ela levou ao então diretor de criação, Rodrigo Leão, mais de 100 sugestões de títulos para a campanha e foi surpreendida com o retorno do chefe. Ele disse: ‘tem coisas ótimas aqui, porém todas na direção errada, então estou reprovando tudo, mas nunca vi alguém errar na mosca tão bem’.

Isso fez com que a executiva entendesse como reagir a essas situações. “Entendi relativamente cedo que é como eu reajo a isso, principalmente internamente, que poderia me fazer ficar mais ou menos tempo nessa profissão sem perder o brilho no olho a cada job novo ou refação”, conta.

Os criativos sabem a hora de defender uma ideia?

Parte do processo criativo é entender a necessidade do cliente e, com isso, escolher as melhores abordagens. Além disso, saber a hora de defender uma ideia é crucial para esse processo. Com isso, é possível identificar alguns aspectos sobre a tomada de decisão.

Geralmente isso envolve questões de orçamento, segmentação ou momento de marca. O group creative director da Wieden+Kennedy São Paulo, Rogo Castro, avalia que o mais importante ao ouvir uma negativa é tentar entender se há espaço ou não para argumentar.

“O importante quando ouvimos uma negativa, é tentar entender as razões e, a partir daí, entender se há espaço para contra-argumentar, ou então usar as informações que recebidas para voltar para a folha em branco e criar uma nova ideia que responda esses pontos apresentados pelo cliente”, diz.

Como lidar com a negativa:

Munido dessas informações, os executivos dão dicas de como lidar com uma negativa:

– É preciso entender que um “não” nunca é sobre você, mas sobre o trabalho apresentado;

– É importante construir uma relação de confiança entre colegas, gestores ou clientes. A transparência é um passo rumo à liberdade para falar sobre as negativas;

– Se apaixone pela ideia e defenda, mas não se apegue a ela;

– Incorpore o ponto de vista do cliente ao não para entender as ponderações.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Enterogermina reforça cuidado com saúde intestinal em Renascer

    Enterogermina reforça cuidado com saúde intestinal em Renascer

    Estratégia de marketing da marca de Consumer Healthcare da Sanofi, cocriada com a Globo e a agência WMcCann, envolve um novo modelo de merchandising

  • Cif aproveita BBB para reforçar mensagem sobre limpeza

    Cif aproveita BBB para reforçar mensagem sobre limpeza

    Marca usa estreia no reality show, com festa patrocinada, para promover campanha destacando as propriedades dos produtos