Itaú lança edital para apoiar trabalho das comunidades LGBT

Buscar

Marketing

Publicidade

Itaú lança edital para apoiar trabalho das comunidades LGBT

Banco vai fomentar até 4 projetos culturais, sociais, educacionais ou esportivos engajados no tema da diversidade

Bárbara Sacchitiello
23 de agosto de 2018 - 16h25

Em celebração ao mês do Orgulho LGBT, banco se engajou no projeto #MarcasAliadas, doando uma de suas letras para a sigla do movimento (Crédito: Reprodução)

Incentivar a construção de uma sociedade mais tolerante e diversa é uma causa que entrou na pauta do marketing e da comunicação banco Itaú. No mês passado, a marca apresentou sua primeira campanha publicitária voltada essencialmente ao público feminino, que divulgava o projeto Itaú Mulher Empreendedora, plataforma que reúne projetos de capacitação e iniciativas que visam estimular o empreendedorismo feminino.

Agora, o banco promove outra iniciativa, voltada, dessa vez, ao público LGBT+. Com parceria da consultoria Mais Diversidade, o Itaú abriu um edital para selecionar projetos voltados à valorização de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Com o nome LGBT+Orgulho, o edital visa incentivar projetos de pessoas físicas ou jurídicas ou coletivos que atuem para a inclusão social, proteção, valorização e respeito das comunidades LGBT.

“Queremos apoiar pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, em seus sonhos, projetos e ações. Serão aceitas propostas de caráter cultural, educacional, esportivo ou social”, explica Luciana Nicola, superintendente de relações governamentais e institucionais do Itaú. O edital prevê o fornecimento de um total de R$ 200 mil, que podem ser divididos em até quatro projetos sociais. As inscrições podem ser feitas até o final de novembro, pelo site da ação.

O Itaú já vinha feito uma ação em relação à valorização da diversidade em junho, mês em que se celebra o Orgulho LGBT. O banco foi um dos participantes do projeto #MarcasAliadas, comprometendo-se a fazer doações a entidades e projetos de valorização da comunidade. Na ocasião, o banco doou a letra “T” de seu nome para compor a sigla LGBTQIA+. Para a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, o Itaú também personalizou algumas de suas bicicletas com as cores do arco-íris, símbolo do movimento.

Na opinião do banco, o engajamento com a causa da diversidade é uma iniciativa importante para a transformação da sociedade. “Acreditamos na importância da diversidade e entendemos que o fomento a projetos deste caráter possui grande potencial transformador da sociedade, tornando-a mais justa e inclusiva”, destaca Luciana. Para Ricardo Sales, fundador da Mais Diversidade, há uma grande mobilização da comunidade LGBT em torno de projetos sociais, mas muitas vezes as propostas não são viabilizadas por questões financeiras. “A comunidade LGBT+ no Brasil desenvolve uma série de projetos, mas carece de incentivos para leva-los adiante. O edital pretende se aproximar dessa discussão, fortalecendo a mobilização dessas pessoas”, explica.

Além do lançamento do edital, o Itaú também fez mais um movimento no sentido da causa da diversidade. No início de agosto, o banco assinou a carta de adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT, comprometendo-se, entre outras ações, a promover igualdade de oportunidade e tratamento justo às pessoas LGBT, assegurando um ambiente respeitoso, seguro e saudável.

Publicidade

Compartilhe