Vivo leva conectividade a caminhão de Mercedes-Benz

Buscar

Marketing

Publicidade

Vivo leva conectividade a caminhão de Mercedes-Benz

Para o Novo Actros, a tele também oferece plataforma de gestão, que dá à montadora o controle sob o que acontece dentro de cada veículo

Victória Navarro
25 de outubro de 2019 - 17h12

A Vivo Empresas, segmento business-to-business (B2B) da Telefônica Brasil, torna-se responsável por gerir toda conectividade dos dispositivos baseados em internet das coisas (IoT) do Novo Actros, caminhão da Mercedes-Benz. Para o veículo, previsto para chegar ao mercado brasileiro no início de 2020, a tele também está à frente da oferta de gestão de todas suas linhas, via plataforma de conectividade Kite Platform.

O Novo Actros conta com tecnologias como telemetria, inteligência artificial (IA) e automatização. A fim de ampliar o apoio e a assistência na gestão de frota, na logística e nas ações de manutenção, o veículo vem equipado com sistema MB Uptime, capaz de permitir que o gestor administre dados e se comunique com todos os participantes do processo — habilite serviços, acompanhe status de conexão, veja localização e até mesmo evite a utilização indevida de um dispositivo não autorizado. Além disso, o caminhão da Mercedes-Benz vem com alguns aplicativos exclusivos criados para auxiliar o motorista na condução como o Fleetboard Liga na Estrada, que dá treinamento de motorista por gamefication, e Fleetboard Jornada na Estrada, que auxilia no controle da jornada de trabalho do motorista.

O veículo traz, também, o sistema MirrorCam, que substitui os espelhos retrovisores convencionais por câmeras digitais, e o ABA 5 de série, tecnologia que freia automaticamente o caminhão quando identifica pedestres, veículos e obstáculos estáticos e móveis à sua frente. E, possui dois painéis digitais, espelhamento de celular por meio de Apple CarPlay e Android Auto, recarga sem fio e outros recursos.

Para Diego Aguiar, head de IoT, big data e inovação B2B da Vivo, o mercado de internet das coisas está em constante transformação e, cada vez mais, em convergência com big data. “As companhias já não buscam mais produtos isolados, porém, sim soluções que atuam fim a fim e, principalmente, que sejam de fácil gestão. Assim, o segmento de IoT é estratégico no processo de digitalização das empresas; garante mais produtividade, eficiência e otimização de custos”, explica.

 

Novo Actros chegará ao mercado brasileiro no início de 2020 (crédito: divulgação)

De acordo com o head de IoT, big data e inovação B2B da Vivo, a parceria com Mercedes-Benz busca tornar a conectividade, por meio dos chips da tele, um componente embarcado nos equipamentos diretamente na fábrica. “Esse tipo de tecnologia é a tendência do mercado de internet das coisas, pois potencializa um novo modelo de negócio com as indústrias de manufatura, principalmente no setor automotivo com seus projetos de veículos conectados”, diz. O mesmo acontece em outros segmentos em que a tele atua. No agronegócio, por exemplo, via ecossistema digital para o campo, que traz conectividade e aplicações IoT, tornando a vida do homem do campo mais produtiva e eficiente.

Segundo a Vivo, seus próximos passos em relação à tecnologia serão dados no sentido de, cada vez mais, auxiliar a transformação digital dos seus clientes, com um ecossistema inovador, que gere vantagens competitivas com foco no desenvolvimento de novos negócios. “E, as oportunidades no mercado brasileiro são gigantescas: telemetria veicular, gestão de frotas, segurança, cidades inteligentes, eficiência energética, agronegócio, dentre outras inúmeras possibilidades, desenvolvendo soluções inovadoras e relevantes”, diz.

*Crédito da foto no topo: 500photos/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • diego aguiar

  • vivo

  • Mercedes-Benz

  • Inovação

  • tecnologia

  • inteligência artificial

  • Internet das Coisas

  • conectividade

  • iot

  • caminhão

  • veículos

  • IA

  • atuomóveis