Coca-Cola quer roubar a cena com Scorsese no Super Bowl

Buscar

Marketing

Publicidade

Coca-Cola quer roubar a cena com Scorsese no Super Bowl

Diretor se junta ao ator Jonah Hill para promover novo energético da gigantes de bebidas durante o big game

Renato Rogenski
2 de fevereiro de 2020 - 10h16

Martin Scorsese estrela o comercial de Coca-Cola Energy (Reproção/ Youtube)

No segundo quarto da partida de hoje, que define o campeão do Super Bowl, a Coca-Cola vai utilizar um dos disputados espaços de 60 segundos da Fox Sports para promover seu novo energético Coca-Cola Energy. Para isso, a criação da Wieden + Kenndy traçou um roteiro inusitado que junta o diretor Martin Scorsese e o ator Jonah Hill em uma festa à fantasia.

Além do filme, com viés de humor, o anunciante também vai distribuir a bebida por várias cidades americanas na segunda-feira, 3, já que o “pós- Super Bowl” é tradicionalmente a data de maior ausência nas empresas, quando aproximadamente 11% de todos os trabalhadores do país não cumprem seus expedientes na ocasião.

Para promover seu lançamento, o anunciante precisará seguir uma linha tênue, nos Estados Unidos, já que produtos da mesma categoria como Monster e Red Bull enfrentaram recentemente reações adversas por publicidades que pareceria ter pré-adolescentes como alvos. O fato é que a Academia Americana de Pediatria recomenda que os jovens não bebam bebidas energéticas devido ao seu alto teor de cafeína.

Crédito da imagem de topo: reprodução/NFL

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Coca-Cola

  • NFL

  • Campanha

  • Comercial

  • filme

  • Super Bowl

  • energetico

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”