WFA lança censo global de diversidade no marketing

Buscar

Marketing

Publicidade

WFA lança censo global de diversidade no marketing

Levantamento será feito em parceria com Campaign, Kantar e associações de agências EACA e VoxComm em 27 mercados


4 de junho de 2021 - 13h41

Dados do censo serão utilizados pelo grupo de diversidade da WFA para um plano de ação (crédito: reprodução)

A Federação Mundial de Anunciantes (WFA, na sigla em inglês) lançou o primeiro censo global da indústria de marketing e publicidade. Criado para fornecer dados sobre a composição de profissionais na área, o projeto avaliará a diversidade, a equidade e a inclusão do setor, e a percepção e a sensação de pertencimento das pessoas sobre os quesitos. A WFA e sua Força-Tarefa de Diversidade e Inclusão acreditam que as situações geradas pela pandemia atrapalharam o foco das empresas nos esforços relacionados a essa questão e foi detectado em pesquisas o questionamento de muitas mulheres ao deixarem a profissão nesse momento. 

“Este é um momento histórico para nossa indústria. Apesar de toda a conversa de ‘estamos nisso juntos’, a pandemia mostrou que isso simplesmente não é verdade. As desigualdades foram por dificuldades recentes. A evidência anedótica sugere que a indústria está retrocedendo em diversidade e inclusão. É fundamental que tenhamos uma linha de base do setor pela primeira vez, para que possamos traçar um limite na areia e avançar juntos na melhoria do estado de diversidade, equidade e inclusão”, diz Stephan Loerke, CEO da WFA. 

Buscando estudar toda a indústria e gerar uma grande amostra, a federação conta também com  a parceria de Campaign, Kantar, EACA, a nova associação de agências globais VoxComm, associações de anunciantes nacionais e até agências complementares nessa inciativa. O levantamento também se baseará no trabalho já realizado no Reino Unido pela All In Initiative, o primeiro censo da indústria da publicidade da região, e em ações da ANA, 4As e de outros mercados com o mesmo propósito. O objetivo é juntar informações para um plano de ação de melhoria liderado pela força-tarefa da WFA.

Com ajuda das associações nacionais de anunciantes e de agências complementares, participarão do censo Bélgica, Brasil, Canadá, Colômbia, França, Grécia, o Conselho de Cooperação do Golfo (Bahrain, Kuwait, Omã, Qatar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos), Hong Kong, China, Índia, Irlanda, Japão, Malásia, Holanda, Nova Zelândia, Paquistão, Portugal, Cingapura, África do Sul, Espanha, Suécia, Turquia e EUA.

Enquanto elas conduzem as amostras a nível local, membros corporativos da WFA e agências envolvidas na Força-Tarefa de Diversidade e Inclusão conduzirão a iniciativa com seus próprios funcionários, clientes, parceiros e cadeias de suprimentos de marketing como Brand Advance, Diageo, Ferrero, Grupo Bimbo, GSK, Havas, Mars, Mondelez, m / SIX e Reckitt.

“Marcas em todo o mundo desejam atrair e interagir com os mais diversos públicos possíveis e, como profissionais de marketing, devemos garantir que nossas próprias casas também estejam em ordem. Ter uma linha de base global pela primeira vez para orientar um plano de ação convincente é crucial. No marketing, falamos sobre comportamento com credibilidade e autenticidade, e este é um exemplo da indústria colocando esses princípios em ação”, conta Tamara Rogers, diretora de marketing global da GSK.

O estudo acontecerá através de um questionário que estará no ar de 21 de junho a 2 de julho, e terá seus resultados compilados e analisados pela Kantar, as descobertas publicadas pela rede global de edições da Campaign no final do ano e apresentadas nos principais eventos do setor em outubro de 2021. Além disso, os dados serão usados como base no plano de ação do Grupo de Trabalho de Diversidade e Inclusão da WFA e daqui a 18 meses se unirá à Kantar e à Campaign novamente para medir o progresso do mercado.

**Crédito da imagem do topo: SV Sunny/ iStock

Publicidade

Compartilhe