Facebook capacita profissionais de marketing LGBTQIA+

Buscar

Marketing

Publicidade

Facebook capacita profissionais de marketing LGBTQIA+

O programa Rise Potência Orgulho é gratuito e é feito em parceria com ONGs da comunidade; iniciativa lançada no Brasil se expandiu para mais países

Giovana Oréfice
15 de junho de 2021 - 9h00

Programa lançado no ano passado no Brasil está presente em toda América Latina e Central, além de mais quatro países (Crédito: Divulgação)

Expandindo o leque de atuação em prol da comunidade LGBTQIA+, o Facebook lança o programa Rise Potência Orgulho. O Rise estreou no ano passado e, nesta vertente, oferece capacitação e certificação a profissionais de marketing que fazem parte do movimento. Através de um grupo na rede social, os participantes terão acesso a conteúdos divididos em quatro pilares e elaborados em parceria com a Escola B, Todxs, Raccoon, i-Cheery, Escola Rua e Carambola, organizações da comunidade. No Brasil desde 2020, a iniciativa se expandiu também para os Estados Unidos, Canadá, Cingapura e Itália, além de estar presente em 17 países da América Latina e Central. 

De acordo com Débora Nitta, diretora de marketing de negócios da marca para a América Latina, o projeto faz parte de uma linha de esforços que a empresa vem tomando para reforçar o apoio à diversidade. “A diversidade, a equidade e a inclusão estão no centro de tudo que fazemos no Facebook. Não é somente a coisa certa a se fazer, mas uma premissa que permite a qualquer empresa desenvolver melhores produtos, tomar melhores decisões e servir melhor suas comunidades”, afirma. “É nesse contexto que surge o Rise, pois acreditamos na nossa responsabilidade junto à indústria da propaganda em apoiar a capacitação de uma força de trabalho cada vez mais diversa”. A executiva comenta também que as parcerias ajudam a promover conversas e conteúdos genuínos, compartilhando conhecimento, histórias e perspectivas complementares às capacitações que o Facebook oferece.

No pilar “Reaprender”, os membros receberão treinamentos em disciplinas como marketing science, planejamento e compra de mídia, e gestão de comunidades; em “reinventar”, os ensinamentos são voltados para softskills por meio de grupos de afinidade do Facebook e convidados externos; “recomeçar” irá apresentar histórias de pessoas que se reinventaram; e o, por último, o pilar “potência” é voltado para conteúdo específico para grupos sub-representados. Os participantes receberão o certificado de Profissional de Marketing de Mídia Social do Facebook. Ao final do mês, também, a companhia irá oferecer mil bolsas para indivíduos sub-representados em parceria com o Coursera. 

Ainda que o programa não garanta a contratação dos participantes, o Facebook está atento aos talentos do mercado e a diretora Débora Nitta diz que a companhia tem como ponto chave o aumento da diversidade nos times. Ela também conta que o Potência Orgulho oferece uma conexão direta com agências que fazem parte da comunidade, gerando visibilidade e oportunidades a todos os participantes. 

Hoje, o Rise conta com mais de 10 mil participantes. Outro braço da movimentação, o Potência Preta, é voltado às pessoas negras e, segundo Nitta, a intenção é continuar expandindo o projeto para apoiar demais grupos sub-representados. Para fazer parte do treinamento, é preciso realizar um cadastro no site do projeto, que está aberto ao público até o final do ano.  

*Crédito da foto no topo: Pixabay

Publicidade

Compartilhe