Novos tempos, a mesma missão

Buscar

Opinião

Publicidade

Novos tempos, a mesma missão

Unir o mercado é a razão da existência de Meio & Mensagem, como a principal fonte de informação, análises, debates e networking da indústria da comunicação


26 de maio de 2020 - 9h52

(Crédito: Ipopba/ iStock)

Em 2020, Meio & Mensagem completa 42 anos. No lançamento do primeiro número, em abril de 1978, boa parte dos atuais profissionais da indústria da comunicação não imaginava que seria este o seu ofício ou nem sequer havia nascido.

De tempos para cá, a edição de aniversário transformou-se num testemunho da pedra fundamental do mercado, a criatividade, cultuada por meio de reportagens especiais de fôlego e profundidade, numa espécie de renovação de votos da união bem-sucedida entre as empresas que compõem este setor a gerar milhões de empregos e a movimentar bilhões de reais na economia brasileira.

A publicação comemorativa de 2020 já estava sendo produzida dentro do mesmo conceito, quando a pandemia da Covid-19 assolou o mundo, afetando praticamente todas as esferas da vida: como nos relacionamos, movimentamos, alimentamos, trabalhamos, planejamos, entretemos, dormimos — nas noites em que dormimos. Não têm sido dias fáceis, tampouco previsíveis, dado que não há precedentes para uma situação similar, ao menos nos últimos cem anos.

Sob a premissa de que faltavam razões para celebrar, mudamos o escopo principal e colocamos o foco na missão original de Meio & Mensagem: contribuir para o desenvolvimento do mercado brasileiro, destacando empresas, profissionais e ações que fazem a diferença no dia a dia e no conjunto da obra. Outros dois alicerces da indústria passaram, então, a nortear as pautas: a força da comunicação e a prestação de serviços. Para retratar de forma mais abrangente o impacto da transformação em curso, adiamos a publicação para esta última semana de maio.

Esta edição que você, caro leitor, tem em mãos agora, seja no papel, seja por meio de uma plataforma digital, pelo aplicativo para tablets ou pelo Acervo online, mostra porque o mercado deve passar por esta difícil fase fortalecido e reconhecido como um dos pilares fundamentais da reconstrução e retomada da atividade econômica e da própria sociedade.

Em outras frentes, abordamos a importância da credibilidade na cruzada contra as fake news, o papel dos veículos para informar e entreter a população e como a mídia está planejando seu horizonte de médio e longo prazos; a relevância da reputação para as marcas, com ações sustentáveis e guiadas por cooperação, empatia e responsabilidade social; o poder coletivo da publicidade para combater a disseminação da Covid-19; e a avaliação de líderes do mercado e especialistas quanto a novas rotinas e métodos de trabalho. Destaque também para as entrevistas com grandes líderes de seus setores: Luiza Helena Trajano, presidente do conselho do Magazine Luiza, e Hugo Rodrigues, CEO e chairman da WMcCann — ela no formato “coletiva”, respondendo perguntas de convidados especiais, ele no espaço que tradicionalmente abre nossas edições semanais.

De 1978 para cá, mudaram os tempos, os meios e as mensagens, mas a responsabilidade continua a mesma: unir todo o mercado, ainda que fisicamente estejamos distantes, sempre foi a razão da existência de Meio & Mensagem, como a principal fonte de notícias, networking, debates e análises da indústria, mantendo os profissionais bem informados, ressaltando a força da comunicação e impulsionando os negócios das empresas do setor.

Em nome do Meio & Mensagem, agradeço a confiança, a audiência, o reconhecimento e a parceria — nossas principais motivações para cumprir tão nobre missão.

*Crédito da foto no topo: iStock

Publicidade

Compartilhe