Melhor ferramenta de produtividade está onde você menos esperava

Buscar

Opinião

Publicidade

Melhor ferramenta de produtividade está onde você menos esperava

Se as empresas querem ter mais resultados e serem mais produtivas, por favor, esse é um apelo: Invistam na saúde mental dos seus colaboradores


19 de fevereiro de 2021 - 14h12

(Crédito: Iankogal/ iStock)

Todas as vezes que as pessoas me encontram e começam a perceber a quantidade de coisas que eu faço no meu dia, ou porque eu falo ou porque elas veem com os próprios olhos, vem sempre aquela pergunta: “Que ferramenta você para produzir desse jeito?”

É impressionante. As pessoas querem a solução rápida, querem a fórmula mágica que vai resolver todos os problemas que elas têm, seja de produtividade, seja financeiro, seja lá do que for…

Mas o fato é que o que me motiva escrever esse artigo é que de alguma forma possa passar para as pessoas não as ferramentas do mercado que uso, mas os fundamentos para você conseguir fazer mais, em menos tempo e melhor – isso sim que é produtividade de verdade. Além disso, não uso nenhuma dessas ferramentas descoladas dos publicitários, tá? Uso um Google Docs mesmo. Acredite se quiser.

Você tem ideia por onde começa a produtividade? Pela nossa cabeça. Pelo nosso cérebro. Sim.

Pense no nosso cérebro como um computador. Ele também tem limite de processamento de memória. É suscetível a malwares, cavalos de troia, spywares e tantos outros que costumo ver em treinamentos de segurança da Omnicom…rs.

Brincadeiras à parte, é sério isso. O fundamento principal da produtividade é você liberar memória do seu processador interno. O primeiro fundamento é justamente esse: tirar as coisas da sua cabeça e colocar em um lugar onde não ocupe mais espaço. Qual ferramenta? Um pedaço de papel, um docs no computador, um app no seu celular. Não importa. Onde for melhor para você.

Seguindo a analogia, para o seu sistema funcionar bem, rápido e na sua maior potência, ele precisa estar com o hardware totalmente limpo e desfragmentado. E é aí que entra a saúde mental.

Como disse recentemente em outro artigo, uma pesquisa da Deloitte de 2018 apontou que empresas com índice de felicidade alto, tem 61% de aumento de produtividade e resultados financeiros. Ou seja, temos que cuidar da nossa saúde mental se quisermos ser mais produtivos. Ser feliz significa ser mais produtivo.

Mas jogar essa informação assim seria pouco conclusivo. Então fui atrás de outros dados para poder ver o caminho que precisamos percorrer para ajudar as pessoas a terem uma melhora na saúde mental e ao mesmo tempo entregarem resultados. Na verdade, essa é uma busca pessoal também.

Estudo da Oracle e Workplace Intelligence apountou que trabalhadores da Geração Z e da Geração Y estão se sentindo mais exaustos e os executivos C-Suite enfrentam mais desafios de saúde mental do que seus funcionários após o ápice da pandemia.

A soma dos desafios apresentados em 2020 em decorrência da Covid-19 levou 70% da força de trabalho global a considerar o ano passado o mais estressante que já vivenciaram. De acordo com a pesquisa, 78% dos trabalhadores afirmam que a pandemia afetou negativamente sua saúde mental e mais de três quartos das pessoas entrevistadas (76%) acreditam que sua empresa deveria fazer mais para proteger sua saúde mental. Inclusive, 83% dos respondentes disseram que gostariam que sua empresa fornecesse tecnologias para apoiar sua saúde mental.

Diante desse fato, juntamos duas pontas:

1- Empresas mais felizes são mais produtivas

2- Os colaboradores estão implorando para terem mais acesso a cuidados com a mente

Acompanhe comigo. Se produtividade começa no seu cérebro, se quanto mais feliz você se sente mais produtivo você é, e se quanto mais produtivo, mais resultado você entrega, onde você acha que está a melhor ferramenta de produtividade? Não tenha medo de responder. Sim. É dentro de você. A melhor ferramenta de produtividade é seu cérebro. Então, se as empresas querem ter mais resultados e serem mais produtivas, por favor, esse é um apelo: Invistam na saúde mental dos seus colaboradores. Fui!

*Crédito da foto no topo: Piranka/ iStock

Publicidade

Compartilhe