Entrando no game: como marcas incluem os streamers na criação?

Buscar

Entrando no game: como marcas incluem os streamers na criação?

Buscar
Publicidade

Marketing

Entrando no game: como marcas incluem os streamers na criação?

Comunidade já se tornou atrativa aos anunciantes, mas comunicação exige autenticidade e linguagem específica


9 de julho de 2023 - 16h00

game

Amanda Schnaider, repórter do Meio & Mensagem, modera debate entre Bruno Playhard e Tatu, do Itaú (Crédito: Arthur Nobre)

Os games já se tornaram um local de conexão para as marcas com diversas comunidades. Por isso, é importante que elas consigam se se inserir no contexto gamer de forma orgânica e interativa.

Esse foi o assunto debatido entre o co-fundador da Loud, Bruno Playhard, e o head de iniciativas e games e eSports do Itaú, Luiz Alberto, o Tatu, no palco da VidCon, na sexta-feira, 7.

Um dos objetivos da conversa foi entender como as marcas conseguem estar em um ambiente como o dos games – que conversa com nichos muito diversos – sem se tornar inconveniente, interrompendo uma partida, ou mesmo ineficiente.

Foi com a ideia de ingressar no mundo dos games sem parecer inconveniente que o Itaú se uniu a Loud e a Druid para criar a sua comunicação para essa comunidade. Daí nasceu o mote “Isso muda o Game”, que aponta a intensão da marca de oferecer cestas de produtos e serviços que visam auxiliar a comunidade gamer em diversos momentos da sua jornada de consumo.

“Estamos sempre ouvindo a comunidade para criar produtos e soluções. Não só queríamos só ter um produto em conjunto, mas trazer benefícios para as pessoas”, explicou o executivo do banco.

Por isso, no momento da parceria com a Loud, o Itaú conseguiu definir metas se baseado na análise do ecossistema em que os gamers estão inseridos. Os objetivos da marca foram claros em relação à conexão com os gamers: medir o share of voice para amplificar a sua comunicação e entender o impacto nos negócios.

Bruno Playhard explicou que, nesse sentido, não adianta para as marcas estarem no game por oportunidade, que tem que ser algo contínuo. Por esse motivo o banco traçou esses objetivos para os próximos cinco anos. “Tem pessoas que não tem tanto contato com o game para pensar a comunicação orgânica que as vezes não traz o resultado. Precisa saber onde está. Algumas marcas ainda estão sofrendo com isso”, avaliou.

Criadores de conteúdo entram no game

Uma das formas que o Itaú encontrou para se inserir no cenário gamer de forma original e orgânica foi através dos criadores de conteúdo. Os streamers podem ser caminhos eficientes de se conectar com os gamers e entender como eles enxergam sua presença nos jogos.

“O criador hoje é um canal de comunicação com a sua audiência, ele é a comunicação. Essa troca dessa economia criativa vai criar uma outra realidade, é outra visão de negócio”, avaliou Tatu.

Veja a cobertura do Meio & Mensagem na VidCon São Paulo 2023:

– Do mainstream ao digital: Globo usa conteúdo para tentar ampliar conexões

– O segredo de sucesso dos podcasts – e das boas histórias

– A música na era conectada: redes sociais transformam artistas em hits

– CEOs do futuro: a relação dos creators com os negócios

– O futuro da televisão na era dos creators digitais

– Entretenimento e diversidade a favor dos negócios das marcas

– Influenciadores demandam liberdade na co-criação com marcas

– Como o Porta dos Fundos transforma entretenimento em negócios

– Boca Rosa cria portal de notícias e programas de impacto social

– Das comunidades aos negócios: a potência que vem das ruas

– Pensamentos e propósitos dos novos consumidores

– VidCon estreia debatendo o papel dos influenciadores para as marcas

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Como embaixadora de Dove pela Real Beleza, Heloisy Pereira Rodrigues, formada em IA, trabalhará junto a marca em iniciativas da IA a favor da beleza sem padrões

  • Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Iniciativa acontecerá presencialmente em São Paulo, Campinas e Curitiba para democratizar conhecimento sobre a pele