Agências x anunciantes: a via é sempre de mão dupla

Buscar

Agências x anunciantes: a via é sempre de mão dupla

Buscar
Publicidade

Opinião

Agências x anunciantes: a via é sempre de mão dupla

É essencial considerar o melhor fluxo de trabalho a fim de ajudar e otimizar as trocas do dia a dia, em prol de um resultado de excelência no negócio de ambas as partes

Fill out the form below to send a message:


26 de outubro de 2023 - 14h00

Parcerias-Agencias-Anunciantes_Credito_Adobe_stock

(Crédito: Adobe Stock)

Muito se fala sobre o mercado da comunicação e sua constante evolução, seja em novos modelos de negócio, seja nas estratégias das agências para aprimorar a qualidade de suas entregas. Mas há um ponto especial que jamais pode ser ignorado: sem uma relação saudável entre o cliente e a agência, não há teoria que resista. É este pilar que sustenta todo o ponto de partida.

Para que esta parceria tenha uma base sólida, sua construção deve ser guiada por planejamentos e práticas que impulsionem resultados notáveis. Nesse contexto, algumas reflexões ganham vida, e se transformam em ações determinantes, listadas abaixo:

  • Perguntas certas na hora certa – é preciso compreender profundamente as dores e aspirações do cliente, mergulhar no seu negócio, mapear oportunidades, entender sobre os players diretos e indiretos, entender sobre as áreas parceiras do Marketing e respirar e vivenciar o negócio são fundamentais.   
  • O olhar precisa ser omnichannel – assim como os dados, as jornadas do consumidor e a economia que molda o cenário. Um bom insight e uma boa oportunidade de negócio surgem da necessidade intrínseca de entender cada variável e de traduzir tudo isso em estratégia, tática e ideia, gerando resultado e valor para uma marca ou produto.    
  • O poder da colaboração – a jornada é enriquecida quando o resultado do cliente ultrapassa a “vaidade pessoal” da agência. É o momento para errar rápido, aprender rápido e, igualmente, agir rapidamente para uma correção. A agência não faz parte apenas do negócio, mas está imersa nele.  
  • Uma base forte – a relação cliente e agência deve ser encarada como transformadora e de uma oportunidade única a cada pedido, a cada iniciativa, a cada momento. A agência quer tanto o resultado quanto o cliente. Logo, o êxito é conquistado quando a agência não apenas entrega resultados, mas quando os compreende profundamente.    

A integração de todos esses elementos comprova um relacionamento verdadeiramente eficaz e sólido e estabelece uma aliança que abraça não somente o presente, mas também molda um longo futuro juntos. É preciso interpretar esses “desafios” como um grande impulsionador de resultados, oportunidades e fidelização.

Uma vez que se sabe qual é o ponto de partida e o cenário previsto para a linha de chegada, vale entender quais os melhores métodos durante o percurso, a fim de atingir os objetivos inicialmente propostos, sem imprevistos durante o caminho. Aproveito para aprofundar alguns pontos que possam otimizar as trocas no dia a dia:

  • A necessidade de se estabelecer metas e KPIs – esses dados devem ser abraçados por ambos os lados e vivenciados no contexto do mercado. Uma boa sintonia entre esses aspectos já será um longo caminho percorrido para uma relação e interação de evolução constante.    
  • Flexibilidade, comunicação aberta e alinhamento mútuo de objetivos – planos podem mudar e essa fluidez não deve ser temida. Quando ambos os lados estão unidos por um compromisso compartilhado, ajustar a rota torna-se um processo natural, produtivo e saudável. Para isso, a transparência entra como elemento-chave desta equação, uma vez que o sucesso do cliente reverbera no sucesso da agência, e vice-versa.    
  • Gerenciamento de expectativas – O que é acordado deve ser cumprido, ou então recalibrado conforme o contexto. A chave é saber estar atento, recalcular a rota quando necessário e manter a honestidade sobre qualquer iniciativa.   
  • Feedbacks – guia de aprimoramento para fazer valer a qualidade das entregas de ambos os lados.   
  • Metrificação operacional – esta será o espelho que revela tanto conquistas quanto fraquezas. Saber identificar o que precisa de aperfeiçoamento reside na capacidade de transformar as descobertas em estratégias inteligentes e ações assertivas. E isso vale para todas as pontas.   

Seguir um processo, uma cartilha e, claro, combinados entre as partes ajudam a superar obstáculos que surgem a cada dia. Se tudo estiver azeitado, a relação se fortalece, criando uma parceria duradoura e bem-sucedida, que não apenas mexe nos ponteiros do anunciante, mas também representa a sensação de uma missão cumprida, com excelência e propósito por parte das agências.

Publicidade

Compartilhe

Veja também