Aprender é um exercício

Buscar
Publicidade

Opinião

Aprender é um exercício

Num contexto de extremos climáticos, econômicos, sociais e geopolíticos, processar o turbilhão de informações e sentimentos que nos impacta é de uma complexidade nível inteligência artificial generativa


19 de dezembro de 2023 - 14h00

A chegada do Natal e do Ano Novo deixa no ar uma sensação de fim de ciclo e de renovação de expectativas, o vislumbre de um futuro melhor. São estímulos à flor da pele — ainda mais na era da hiperconexão e da economia da atenção. Explosões de mensagens. Comerciais. Emocionais. É tanto um convite ao desbunde da celebração quanto um chamado para a introspecção e a reflexão, numa jornada de autoconhecimento.

O balanço dos negócios, os resultados e as relações no ambiente de trabalho, além da saúde — física, financeira e emocional —, são tópicos campeões de audiência em qualquer autoanálise. Num contexto de extremos climáticos, econômicos, sociais e geopolíticos, processar esse turbilhão de informações é de uma complexidade nível inteligência artificial generativa. É quase uma policrise nos tempos da policrise.

Em qualquer camada desse experimento cerebral de processamento de dados da nossa vida e do mundo todo, a observação dos acontecimentos e dos fatos, num exercício de identificar sentimentos e necessidades, é fundamental em todas as situações — e não apenas nas ocasiões de fracasso que, geralmente, atraem mais a atenção dos envolvidos para a reavaliação das rotas, mas nos episódios de sucesso. Nesse processo de dedicação, temos a oportunidade de aprender e de compreender melhor as pessoas e a nós mesmos, abrindo caminho para alternativas mais éticas, harmoniosas, respeitosas e saudáveis de convivência no — e com — o planeta.

Num exercício de revisitar as principais notícias da indústria de comunicação, marketing e mídia no ano mais quente da história — no sentido literal e figurado —, a redação de Meio & Mensagem publica a edição especial Retrospectiva.

São dez listas com dez fatos, polêmicas, temas, campanhas publicitárias, ações de marketing e marcas — além de falas de líderes e personalidades que participaram dos eventos organizados pelo Meio & Mensagem, como ProXXIma e Maximídia, frases de CEOs e artistas entrevistados para a edição semanal do jornal, e de destaques das séries originais em vídeo e podcasts produzidas pelo Meio & Mensagem.

O especial apresenta, pelo décimo-segundo ano consecutivo, a lista das melhores campanhas publicitárias do ano na opinião de líderes criativos. O ranking de dez campanhas foi construído partir dos votos de 90 presidentes, vice-presidentes ou diretores de criação das principais agências instaladas no Brasil, em um esforço de reportagem do editor-chefe Alexandre Zaghi Lemos.

O universo de trabalhos indicados pelos criativos eleitores também serviu de base para a formação de outras duas listas, de ações de marketing e de marcas mais criativas do momento.

A onipresença da inteligência artificial generativa, os impactos das mudanças climáticas no entretenimento e no consumo, a megafusão entre as agências VMLY&R e Wunderman Thompson — que terá Karina Ribeiro como CEO da VML no Brasil —, as idas e vindas de Elon Musk e os anunciantes do X, a regulamentação da operação e da publicidade das bets no mercado brasileiro, o racismo contra Vini Jr., o assédio no BBB 23, a pulverização dos direitos esportivos nas plataformas digitais, o debate sobre fake news e a moderação das redes, o avanço do retail media e da mídia OOH, e crescimento de share da internet, o efeito Barbie na cultura e no consumo, o escândalo contábil da Americanas e as dívidas bilionárias de 123Milhas e Grupo Petrópolis. Esses são alguns dos principais fatos que impactaram o mercado e foram narrados e analisados em todas as plataformas de Meio & Mensagem ao longo de 2023.

Após um ano repleto de coberturas de eventos nacionais e internacionais, projetos especiais e reportagens com os principais executivos, empresas e marcas da indústria de comunicação, marketing e mídia, a edição semanal de Meio & Mensagem faz, agora, uma pausa. Volta a circular no dia 8 de janeiro. O noticiário diário do site e das redes sociais segue até sexta-feira, 22, e retornará no dia 2 de janeiro.

Boas festas e até os exercícios de 2024!

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Longe do fim

    A luta pela equidade de gênero e raça no mercado da comunicação e do marketing

  • Futebol das bets

    O que muda com a regulamentação para a publicidade do setor? Por Fabricio Murakami, CMO e cofundador da Pay4Fun