Nvidia amplia presença no Brasil com canais do Nvidia Studio

Buscar
Publicidade

Notícias

Nvidia amplia presença no Brasil com canais do Nvidia Studio

O diretor de marketing da Nvidia Latam/Consumer, Jaime Casis, aborda as iniciativas no País, como pode trabalhar com os profissionais criativos e sobre o avanço da IA e da GenAI

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


27 de março de 2024 - 6h03

O diretor de marketing da Nvidia Latam/Consumer, Jaime Casis, aborda as iniciativas no País, como pode trabalhar com os profissionais criativos e sobre o avanço da IA e da GenAI (Crédito: Divulgação)

O diretor de marketing da Nvidia Latam/Consumer, Jaime Casis, aborda as iniciativas no País, como pode trabalhar com os profissionais criativos e sobre o avanço da IA e da GenAI (Crédito: Divulgação)

Nvidia lança novo chip IA

Na GPU Technology Conference (GTC), evento da Nvidia que aconteceu entre 18 e 21 de março, o CEO da empresa, Jensen Huang, revelou o novo processador da fabricante de chips de inteligência artificial (IA) e afirmou que big techs como Microsoft e Google aguardam ansiosamente sua chegada.

O anúncio ocorreu no momento que a Nvidia lidera o caminho da IA: a empresa se tornou a primeira fabricante de chips a atingir valor de mercado de US$ 2 trilhões e ultrapassar empresas como a Amazon para se tornar a terceira mais valiosa do mundo (atrás da Apple e da Alphabet, controladora do Google).

Na GTC, Huang revelou o processador de próxima geração da Nvidia, o Blackwell, com 208 bilhões de transistores e capaz de lidar com modelos e consultas de IA mais rapidamente do que seus antecessores.

Assim, os chips Blackwell sucedem o chip H100 da Nvidia, que custa US$ 40 mil e alimenta produtos de IA generativa (GenAI).

Seus maiores compradores são Microsoft e Meta – que gastaram US$ 4,5 bilhões cada uma com os chips H100 no ano passado -, e, na sequência, Alphabet, Amazon e Oracle.

Nvidia e os ganhos com GenAI

A Nvidia é uma das poucas empresas de tecnologia que, realmente, se beneficia de sucessivos ganhos com GenAI.

Assim, além de clientes corporativos, a empresa fornece chips para governos como França e Índia.

De fato, relatório do Bank of America aponta que a Nvidia poderá estar no centro de um novo mercado, que pode gerar de US$ 250 bilhões até US$ 500 bilhões nos próximos três a cinco anos.

Demanda de big techs

Prova disso é que uma enxurrada de empresas de tecnologia gigantes como AWS, IBM, SAP, Accenture, Snowflake e Lenovo revelaram recentemente, colaborações com a empresa justamente durante a GTC.

Ainda, parcerias foram feitas com fabricantes de software de computador Dell, Cadence, Ansys e Snyopsys.

E até a automotiva chinesa de carros elétricos BYD anunciou a adoção do computador de próxima geração da Nvidia, o Thor.

Nvidia no Brasil

No Brasil, a Nvidia acaba de lançar os canais oficiais do Nvidia Studio, com presença no YouTube e Instagram, com foco em conteúdo sobre o ecossistema Studio, com dicas para aprimorar trabalhos e processos criativos.

O Nvidia Studio é a plataforma que ajuda profissionais criativos e artistas em seus processos de trabalho, renderização 3D e diversas outras atividades.

Ainda, a plataforma oferece softwares e aplicações que auxiliam usuários no processo criativo.

GeForce Store, loja oficial no País

No ano passado, a Nvidia anunciou novidades exclusivas para o Brasil, como o lançamento da GeForce Store Brasil, a primeira loja oficial da companhia na América Latina.

O diretor de marketing da Nvidia Latam/Consumer, Jaime Casis, concedeu entrevista em que detalha essas iniciativas e as oportunidades para trabalhar com os profissionais criativos no Brasil.

ProXXIma – Você pode dar detalhes sobre o Nvidia Studio e quais são as empresas e aplicações que podem usar suas ferramentas?
Jaime Casis – As GPUs GeForce RTX série 40 para laptops e desktops e os laptops Nvidia Studio fornecem grande aceleração em fluxos de trabalho 3D, vídeo e transmissão, bem como uma infinidade de ferramentas de IA graças ao hardware dedicado de ray tracing, IA e codificação de vídeo.

Apps de fotos, vídeo e transmissão

Temos mais de cem aplicativos com tecnologia RTX AI disponíveis.

Assim, estamos no aplicativo de edição de fotos mais importante, aplicativo de edição de vídeo, de transmissão e 3D mais importante.

Ainda, para esses profissionais, oferecemos SDKs de IA e aplicativos exclusivos como Nvidia Omniverse, Optix Denoiser, Nvidia Canvas, Nvidia Broadcast e Nvidia DLSS.

Alguns exemplos: podemos citar geração de imagens IA 4,5 vezes mais rápida com Stable Diffusion, edição de  video IA duas vezes mais rápida com DaVinci Resolve, 3D 5,4 vezes mais rápida com Blender e edição de fotos IA três vezes mais rápida com Adobe Photoshop.

Portanto, o Nvidia Studio é para estudantes e profissionais que desejam ter o melhor desempenho possível com o melhor custo benefício.

Assim, não importa se você precisa de um desktop poderoso em sua agência de marketing/publicidade ou da mobilidade de um laptop para renderizar seus vídeos a qualquer hora e em qualquer lugar.

Criadores de conteúdo

ProXXIma – Vocês estão em comunicação com agências e produtoras para apresentar o Nvidia Studio?
Casis – Neste momento, nosso foco é divulgar a mensagem dos produtos Nvidia Studio e apoiar os criadores de conteúdo.

Contudo, temos alguns criadores de conteúdo talentosos que trabalham com laptops Nvidia Studio e usam GPUs GeForce RTX com drivers de estúdio para agilizar o fluxo de trabalho e oferecer os melhores vídeos graças às ferramentas inovadoras de IA.

Ainda, podemos considerar fazer parcerias com agências de marketing.

ProXXIma – No ano passado, a Nvidia lançou a primeira GeForce Store no Brasil e na AL. O que isso significa em termos de trabalhar diretamente com o consumidor?
Casis – A Nvidia Store online representa um grande passo para expandirmos o alcance de nossos negócios de IA ao consumidor e nova maneira de oferecer laptops GeForce RTX e Nvidia Studio.

Dessa forma, a nova GeForce Store simplifica o processo para os consumidores e os ajuda a economizar tempo durante a jornada de compra.

Ainda, a loja GeForce reúne em um só lugar a disponibilidade dos produtos, preços e filtros para auxiliar na busca.

Assim, através da GeForce Store, o consumidor pode encontrar o produto que melhor atende às suas necessidades, comparar entre diferentes varejistas e ter a garantia de que todos os produtos são recomendados e endossados pela Nvidia Brasil.

GeForce Now

ProXXIma – Sobre o GeForce Now, o serviço de jogos na nuvem da Nvidia, há alguma estratégia específica de comunicação para esse segmento?
Casis – No Brasil, o GeForce Now está disponível por meio da parceira Abya, que é responsável por toda a estratégia de comunicação e, com certeza, por tudo sobre o serviço em si.

Ainda, sobre os acordos com desenvolvedores de jogos, aumentamos a lista semana a semana.

Mas todos os jogos oferecidos no GeForce Now precisam ser pagos pelo consumidor diretamente nas lojas.

Estratégia para o Brasil

ProXXIma – Além dessas iniciativas no mercado brasileiro, qual é a estratégia da empresa para o Brasil?
Casis – Quero compartilhar um ponto importante: na América Latina, um terço das pessoas que compra um computador ou laptop com placa gráfica GeForce RTX dedicada, não o compra para jogar, mas pensa em produtividade.

Assim, está claro para nós que os criadores de conteúdo e estudantes criativos são parte importante do nosso negócio.

Portanto, a Nvidia Store e outros canais de vendas importantes têm como objetivo fornecer a melhor experiência para criadores e jogadores com abordagem omnichannel.

Ou seja, queremos que os consumidores tenham experiência de compra memorável.

Assim como a experiência de produto de última geração que oferecemos por meio da plataforma GeForce RTX e Studio, que combina soluções de hardware e software.

Jornada do cliente

Portanto, queremos garantir que a jornada do cliente seja perfeita em todos os pontos de contato.

Assim, continuaremos a capacitar os consumidores com conteúdo e informações sobre como libertar o potencial da IA numa plataforma RTX.

Ainda, manteremos estreita colaboração com o ecossistema local, com parcerias e apoio a iniciativas com a comunidade, indústria e canais.

ProXXIma – A Nvidia teve alta valorização das ações e chegou perto da Apple como empresa mais valiosa do mundo. Como está o posicionamento da Nvidia sobre os chips para IA e  o desenvolvimento de tecnologias baseadas em IA e GenAI?
Casis – Em primeiro lugar, é importante notar que a Nvidia não começou a focar em produtos com base na IA hoje em dia, como as outras empresas.

Dessa forma, cada laptop com tecnologia de IA que anunciamos agora só foi possível graças aos primeiros esforços em IA para consumidores desde 2018, ano em que lançamos GPUs da série GeForce RTX pela primeira vez.

Ainda, desde 2018, nossa GeForce RTX para notebooks já oferece ferramentas de IA para os consumidores. Definitivamente, não é novidade.

Topo da conversa

Dessa forma, trabalhamos com IA para consumidores desde aquele lançamento.

É por isso que a Nvidia está no topo da conversa agora.

Assim, ainda em 2018, oferecemos, pela primeira vez, recursos de ray tracing em tempo real para aplicativos de jogos e criadores de conteúdo.

De fato, esse efeito especial pesado só existia na indústria cinematográfica, cuja produção era de máquinas muito caras que não eram capazes de renderizá-lo em tempo real.

Portanto, era impossível devido aos desafios técnicos e limites das placas gráficas naquele momento, mas a série GeForce RTX 20 apresentou a solução, com base em IA.

Assim, usuários com um laptop Geforce RTX podem renderizar vídeos em tempo real ou jogar com iluminação ray traced graças à IA, aos tensorcores que se baseiam em deep learning.

Presente, futuro e GenAI

Sobre o presente – e o futuro, a GenAI democratiza a criatividade. Pode ajudar profissionais de grandes estúdios com ideias de storyboard rapidamente.

Dessa forma, pequenos estúdios independentes podem lidar com grandes projetos graças ao aumento de produtividade.

Portanto, essas ferramentas, nas mãos de artistas talentosos, são impulsionam a produtividade.

Ainda, os artistas gráficos podem gerar diversas artes conceituais antes de se comprometerem com a criação de peça específica.

Entretanto, os designers de jogos podem gerar personagens, objetos ou até mesmo níveis inteiros em segundos para testar ideias.

E os compositores podem tentar arranjos diferentes apenas ao escrever algumas instruções.

Assim, todos esses exemplos economizam horas ou até dias de trabalho que pode ser usado em criatividade pura e concentrada.

Empresa de IA

ProXXIma – O CEO da Nvidia, Jensen Huang, enviou e-mail aos funcionários e disse que tudo será em torno do deep learning e que a Nvidia não era mais empresa de gráficos, e sim de IA. Qual é o nível de transformação cultural e de abordagem que isso significa para empresa?
Casis – É importante notar que a IA tem sido o nosso foco nos últimos dez anos.

De forma que, nesses últimos dez anos, não há dúvida de que a IA avançou um milhão de vezes.

Obviamente, a computação avançou tremendamente.

E a maneira como isso aconteceu, é claro, é uma reinvenção completa de como os computadores escrevem software, da arquitetura e de como executa software.

Agora, os usuários que comprarem GPUs GeForce RTX ou laptops Geforce RTX não receberão apenas uma placa gráfica, mas um produto full-stack que oferece grande cesta de possibilidades alimentadas por IA, que foi criada especificamente para funcionar em nosso hardware.

Ainda, o DLSS, que melhora o desempenho quando se joga ou trabalha com aplicativos criativos para renderizar raios e sombras com traçado de raio, usa IA.

Portanto, as ferramentas Nvidia Broadcast são totalmente baseadas em IA. Não é difícil definir a Geforce RTX como uma placa gráfica ou hardware.

Dessa forma, é uma solução completa de produtos e serviços de IA para jogadores, estudantes e profissionais.

Direitos autorais

ProXXIma – A propósito da IA, a Nvidia sofreu processos de três autores que afirmaram que seus livros, sob a proteção de direitos autorais, tiveram uso sem permissão para treinar a plataforma de IA da empresa, chamada de NeMo. Qual é o posicionamento da Nvidia sobre isso?
Casis – Respeitamos os direitos de todos os criadores de conteúdo e acreditamos que criamos a NeMo em total conformidade com as leis de direitos autorais.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Golpes e fraudes impactam e-commerce no Brasil em R$ 8,5 milhões por empresa

    Golpes e fraudes impactam e-commerce no Brasil em R$ 8,5 milhões por empresa

    No ano passado, aumentou em 70% o número de vítimas de ataques cibernéticos ou vazamentos de dados, se comparado com 2022

  • Anunciantes perdem dinheiro de publicidade para bots

    Anunciantes perdem dinheiro de publicidade para bots

    Prática de automatização faz com que os anunciantes desperdicem até 20% do orçamento de publicidade digital