Veloe e Dionísio.Ag espalham grafites por São Paulo

Buscar

Marketing

Publicidade

Veloe e Dionísio.Ag espalham grafites por São Paulo

Projeto, que acontece no Centro, tem o objetivo de deixar o trajeto das pessoas mais leve e colorido


26 de agosto de 2019 - 17h56

Pintura realizada por Luiz Pardal em prédio na região central de São Paulo (Crédito: divulgação)

A Veloe, unidade de negócios da Alelo, Banco do Brasil e Bradesco para pagamentos automáticos, em parceria com os artistas da Dionísio.Ag, agência especializada em arte, criam projeto que leva grafites exclusivos para Avenida Rio Branco e Rua da Consolação, ambas na capital paulista, com objetivo de tornar os trajetos das pessoas mais leves e coloridos.

Criada por Luiz Pardal, artista urbano que desenvolveu um padrão com cores vibrantes acompanhadas por letras, tipografias e ilustrações, a primeira pintura, representada por pássaros, segundo a companhia, retrata um caminho que valoriza o tempo das pessoas.

Já a segunda obra que foi criada por Thales Fernando “Pomb”, designer, artista urbano e ilustrador, representa a mobilidade dentro das cidades, por meio das veias urbanas e seu personagem característico marcado por traços diretos e minimalistas. Ao final do projeto, todas as latas de tinta utilizadas serão doadas ao Centro Pró Latas de reciclagem de embalagens metálicas.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Bradesco

  • Banco do Brasil

  • Alelo

  • Veloe

  • Dionísio.Ag

  • Centro Pró Latas

  • mobilidade

  • pintura

  • Grafite

  • intervenção gráfica

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”