Para impulsionar vendas, Pepsi lança bebida com café

Buscar

Marketing

Publicidade

Para impulsionar vendas, Pepsi lança bebida com café

Pepsi Café chega ao mercado norte-americano em abril de 2020 e tem duas vezes mais cafeína que o refrigerante tradicional


13 de dezembro de 2019 - 10h32

Refrigerante será vendido nos sabores tradicional e baunilha (Crédito: Divulgação)

Por E.J. Schultz, do AdAge

A Pepsi está tentando impulsionar suas vendas de refrigerante com um novo produto que mistura Pepsi Cola e café. A bebida, que terá a marca Pepsi Café, inclui café arábica e quase duas vezes mais cafeína que o refrigerante tradicional.

O refrigerante chega às lojas em abril de 2020 e será vendido em dois sabores: original e baunilha. O produto será distribuído nos Estados Unidos, mas a PepsiCo ainda não finalizou seu plano de marketing.“Nós sabemos, que hoje em dia, os consumidores estão buscando por produtos que atendam as necessidades de energia, indulgência e refrescância nas ocasiões em que se precisa de um ânimo extra. Na Pepsi, sabemos do potencial de misturar cola e café há anos, e depois de encontrar o equilíbrio perfeito, mal podemos esperar para apresentar a Pepsi Café nos Estados Unidos no ano que vem”, afirmou Todd Kaplan, VP de marketing da Pepsi, em comunicado.

A Pepsi Café continua uma tendência de romper as barreiras que existem na indústria de bebidas. Os vendedores de bebidas alcoólicas, por exemplo, aproveitaram a febre da água com gás lançando os hard seltzers (bebida à base de água com gás, aromatizantes e álcool), enquanto as marcas não alcoólicas se inspiraram em vinho e cerveja. Como a Pepsi, que no início deste ano experimentou a “Pepsi Sparkling Rosé”, bebida com zero calorias e sabor de vinho rosé, criada exclusivamente para a BravoCon, evento de três dias para fãs da rede a cabo Bravo TV, realizado neste mês em Nova York. A Coca-Cola vai lançar em breve a “Coke Energy” nos Estados Unidos, investindo na categoria de bebidas energéticas.

A Coca-Cola já vendeu uma bebida que leva café na composição, chamada Coca-Cola com Café, mas por enquanto o produto só está disponível na Austrália, Itália, Espanha, Tailândia e Polônia. “Nós não nos comprometemos em levar o produto para os EUA, mas estamos otimistas sobre seu potencial”, afirmou o porta-voz da Coca-Cola.

Esta não é a primeira incursão da Pepsi em uma mistura de cola e café. Em 1996, a marca vendeu a “Pepsi Kona”, que foi lançada com uma campanha protagonizada por Tom Jones.

No comunicado desta quinta-feira, 12, Pepsi afirmou que a bebida esteve “à frente de seu tempo”, em alusão a atual tendência de cafés gelados prontos para beber como evidência de que os consumidores estão prontos para receber o Pepsi Café.

A PepsiCo já tem participação no mercado de café pronto para consumo por meio de sua parceria de longa data com o Starbucks para uma ampla gama de produtos da marca vendidos no varejo, incluindo o Frappuccino. O Starbucks confirmou que a Pepsi Café não inclui café da rede. O refrigerante pode teoricamente competir com os produtos da marca, como o Cold Brew engarrafado e outras bebidas.

*Tradução: Taís Farias

**Crédito da foto no topo: Reprodução 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Todd Kaplan

  • tom jones

  • PepsiCo

  • Pepsi

  • Coca-Cola

  • starbucks

  • bravo tv

  • marketing

  • refrigerante

  • cafe

  • energia

  • bebidas alcoólicas

  • pepsi café

  • cafeína

  • pepsi sparkling rosé

  • bravocon

  • coke energy

  • pepsi kona

  • indústria de bebidas