Rafa Kalimann: de influenciadora a empresária

Buscar

Marketing

Publicidade

Rafa Kalimann: de influenciadora a empresária

Em entrevista ao Meio & Mensagem, a influencer falou sobre sua nova marca de roupas BYRK, contrato com a Globo e projetos especiais com marcas durante a pandemia

Amanda Schnaider
15 de outubro de 2020 - 8h28

Além de influenciadora digital, modelo, ex-BBB e missionária, Rafaella Freitas Ferreira de Castro Matthaus, mais conhecida como Rafa Kalimann, também é empresária. Em setembro deste ano, Rafa, em parceria com sua amiga e sócia Nayara Marra, lançou sua marca de roupas, a BYRK, sigla que em português significa ‘Por Rafa Kalimann’. Segundo a influencer, este nome reflete o propósito da marca de ser a mais honesta possível com os seus próprios gostos.

 

Coleção Aurora conta com 23 peças entre macaquinhos, blazers, camisas, blusas cropped, shorts jeans, saias, calças e vestidos (crédito: divulgação)

A primeira coleção da BYRK, intitulada Aurora, conta com 23 peças entre macaquinhos, blazers, camisas, blusas cropped, shorts jeans, saias, calças e vestidos, e parte do lucro das vendas será destinada à PLAN Internacional, instituição de amparo a crianças e adolescentes com foco na igualdade de gênero. Um mês após o lançamento, a coleção já esgotou os estoques.

A BYRK foi criada por duas mulheres para outras mulheres, com o objetivo de enfatizar a importância da valorização do empoderamento e da força feminina. Com isso, para auxiliar na divulgação da marca, Rafa contou com a ajuda de sua outra amiga, Manu Gavassi, que atuou como diretora da campanha da BYRK. “Ela me apoiou e me ajudou muito no início da marca, com ideias, com conselhos, com a visão dela, com o próprio projeto dela como diretora que veio de presente também, que no primeiro lançamento da marca ela estava ali comigo, me dirigindo”, completou Rafa.

https://www.instagram.com/p/CFc4Iwsn2dr/

Além de falar sobre o processo de criação e concepção de sua marca, em entrevista ao Meio & Mensagem, Rafa comenta sobre seu contrato com a Globo, assinado após sair do Big Brother Brasil, e outros projetos que participou durante a pandemia, como a apresentação do programa Arena Brahma, no IGTV da marca ao lado do cantor Belutti, da dupla Marcos e Belutti.

Meio & Mensagem – Como e quando surgiu a ideia de ter uma marca?

Rafa Kalimann – A minha sócia é minha melhor amiga há 15 anos. Nós somos coladas e ela sempre falou ‘Rafa vejo muito você a frente de uma marca, expressando o que você gosta, usando as coisas que você gosta, falando de produtos que você acredita muito’. Sempre fiz isso indiretamente, meu trabalho sempre foi a internet, mas ela disse que me via a frente de um projeto. Ela sempre me falou que tínhamos que fazer algo juntas, é empreendedora há muito tempo. Falei que pensaria em algo para fazermos futuramente, até porque o meu trabalho era muito voltado para lojistas, para o lado da moda, então até por consideração aos meus clientes, eu segurava bastante. Fui para o Big Brother, saí, e ela falou ‘Rafa, agora sinto que é a hora, acredito que nada mais justo do que você ter essa conexão com o seu público, de ampliar isso e acredito que vai ser um case de muito sucesso’. Falei: então vamos lá! Mal sabia eu que era um caminho tão diferente, complexo e desafiador, mas ao mesmo tempo tão gostoso que ia enfrentar. Um caminho totalmente diferente do que eu estava habituada, do que já fazia parte da minha rotina. Os meus seguidores acreditaram muito, abraçaram a ideia de uma forma muito linda, muito receptiva, apostando mesmo nessa ideia, no conceito da marca, no que queríamos trazer. E foi e está sendo um sucesso.

M&M- Como surgiu o nome BYRK? E desde seu lançamento em 10 de setembro até agora como andam as vendas da marca?

Rafa – O nome veio justamente do BYRK, por ser ‘Por Rafa Kalimann’. A ideia era que fosse o mais honesto possível com o que eu gosto, com o que eu uso, com o que está no meu dia a dia, com peças que são bem a minha cara mesmo, justamente para chegar nesse público que se identifica comigo, que gosta do meu jeito, que tem característica parecidas. Então, fomos muito por esse caminho e tem muito o meu dedinho ali,em cada detalhe. Cada decisão da marca eu estou ali junto, tento acompanhar o máximo, dou o meu melhor para conseguir ter a minha essência, a minha personalidade em tudo. E, as vendas estão a todo vapor. Já esgotamos o estoque uma vez. Acabamos de conseguir trazer novas peças agora, o que também foi um desafio, que era uma coisa que ao mesmo tempo que temos uma expectativa muito positiva, não esperamos que iria acontecer da forma que foi. Foi um desafio bem gostoso. Agora já voltamos com o estoque para essa coleção e logo vem mais.

M&M- Você sempre foi muito ligada a ações sociais, tem projetos na Africa e no Brasil. Agora, parte do lucro das vendas da BYRK será destinada à PLAN Internacional, instituição que ampara crianças e jovens, com foco na promoção da igualdade de gêneros. Qual a importância disso para você?

Rafa – Estamos caminhando cada vez mais para um lugar de mais solidariedade. Esse momento que estamos vivendo está mostrando para a nossa sociedade a importância de olhar para o outro e entender que precisamos sim, como obrigação nossa como ser humano, olhar para o outro e entender que precisamos ajudar. Sempre falo que não falta pão; falta divisão. Então, precisamos entender esse cenário e como nos colocar nele da melhor forma possível. Com todo os projetos que inicio na minha vida, parei para pensar onde é que nos identificamos mais como marca, não como Rafa necessariamente falando, não me limitando a isso, mas como marca mesmo, com essa soma de todas as pessoas que estão dentro da BYRK, para encontrar um lugar para conseguirmos apoiar e ver crescer junto com a marca. O nosso objetivo com a PLAN é acompanhar, estar junto, de perto, ver uma evolução, assim como a marca vai crescendo. Analisamos bem todos os cenários, os objetivos da marca, como a marca se coloca no mercado, que público que essa marca atinge para entender, diante de todos os projetos que eu e a minha sócia estamos envolvidas, onde achamos que a marca se encaixa melhor. A identidade da PLAN encaixou completamente com a nossa e trouxemos para pertinho.

M&M – A BYRK quer enfatizar a importância da valorização da mulher e a força feminina. Qual é a importância desse propósito para a marca?

Rafa – Na prática, eu e a Nay, minha sócia, sempre fomos muito apoio, muito suporte uma para a outra. Sempre fomos muito empoderamento de uma com a outra, ela sempre me elevou muito como mulher e vice-versa. Então, quando fomos fazer esse conceito da marca falamos que precisávamos muito trazer essa vivência nossa que nos fez chegar até aqui e tomar a decisão de confiar uma na outra para construir juntas um legado. E no momento em que estamos vivendo, que acredito que cada vez mais a nossa sociedade está entendendo o nosso papel como mulher, a importância de dar as mãos, de ajudar, apoiar, de ser aliança umas com as outras, que vem daí a sororidade.

M&M – Dentro do BBB, você e a Manu Gavassi se tornaram bem amigas, e ela até te ajudou a produzir a campanha da BYRK. Como foi esse processo? E como foi trabalhar com a Manu?

Rafa – A melhor resposta disso é justamente essa amizade que continuou, que estendeu fora do programa. Inclusive ela me apoiou e me ajudou muito no início da marca, com ideias, com conselhos, com a visão dela, com o próprio projeto dela como diretora que veio de presente também, que no primeiro lançamento da marca ela estava ali comigo, me dirigindo. Ali dentro (do BBB) fomos apoio uma para a outra. A Manu foi muito necessária para mim e acredito muito que fui para ela também para ter suporte, ombro amigo mesmo para contar, para falar ‘sim eu tenho aqui uma amizade que é recíproca e genuína mesmo’.

M&M- Falando um pouco mais sobre sua carreira. Em maio, logo após o fim do BBB, você fechou um contrato com a Globo e recentemente participou da 35ª edição do Criança Esperança. Quando efetivamente começará seu trabalho como atriz na emissora?

Rafa – Isso ainda é uma surpresa também, assim como para todo mundo. Estou estudando bastante, estou muito focada nesse momento agora em aprender a aprimorar cada vez mais para estar pronta para quando os projetos começarem. O que sei é que começa em 2021, não é nada para esse ano ainda, então as gravações começam no ano que vem, mas para mim ainda é uma surpresa também o que vai vir. Eles estão acreditando muito em um projeto muito legal, que vai suprir, espero eu, as expectativas do público com esse trabalho. Porém, ainda não sei o que é.

M&M – Como avalia o trabalho das marcas na pandemia?

Rafa – A comunicação por meio das redes sociais ficou ainda mais presente na casa de cada um. Conseguimos entrar mais intensamente na casa de cada um e as pessoas, por estarem mais em casa, automaticamente se conectam mais à internet. Acredito que as marcas apostaram nisso desde o começo da pandemia e, hoje, estão tendo resultados muito positivos. Um exemplo disso é a Brahma, que apostou em novos projetos, nas lives, por exemplo. Acredito que ela colheu frutos indiretamente positivos, porque não tem como falarmos que de forma geral é positivo, afinal de contas estamos vivendo um momento muito triste. Acredito, porém, que as marcas investiram mais no nosso trabalho como influenciadoras, estão apostando mais nesse canal de conexão com o público e quanto mais as marcas fazem isso, mais resultados elas têm, principalmente neste momento em que estamos.

**Crédito da imagem no topo: Audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe