CES exigirá comprovante de vacinação dos participantes em 2022

Buscar

Marketing

Publicidade

CES exigirá comprovante de vacinação dos participantes em 2022

Conferência anual de tecnologia em Las Vegas terá também versão digital


17 de agosto de 2021 - 16h25

Edição de 2022 do evento será presencial, mas também terá programação online (Crédito: Reprodução)

A Consumer Eletronics Show, um dos principais eventos globais de tecnologia e consumo, que costuma atrair a participação dos principais anunciantes e profissionais de marketing do planeta, já divulgou algumas regras que devem valer para sua edição de 2022. A organização do evento anunciou nesta terça-feira, 17, que os participantes terão de fornecer prova de vacinação. A decisão acontece no período em que a disseminação da variante delta vem ampliando os casos de Covid-19 nos Estados Unidos.

A Consumer Technology Association (CTA), organização que detém e produz a CES, também anunciou que fornecerá uma alternativa digital para aqueles que não puderem comparecer fisicamente à conferência, que acontecerá em Las Vegas entre os dias 5 e 8 de janeiro de 2022.

O CTA também está ponderando sobre permitir um teste de anticorpos positivo como uma alternativa à prova de vacinação, mas determinará isso em um momento posterior. A organização afirma também que seguirá as diretrizes estaduais e locais recomendadas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e continuará monitorando a situação.

Nevada, e especialmente o condado de Clark, onde Las Vegas está localizada, emergiu como um hotspot da Covid-19, com baixas taxas de vacinação e o início contínuo de novos casos. No final de julho, quase 40% da população adulta de Nevada não havia recebido nenhuma imunização. No último fim de semana, Nevada registrou 2,5 mil novos casos de Covid-19 e 30 mortes. O Condado de Clark abriga cerca de 78% dos casos da doença no Estado, de acordo com novos dados.

“Com base na ciência de hoje, entendemos que as vacinas nos oferecem a melhor esperança para impedir a propagação do Covid-19”, disse Gary Shapiro, presidente e CEO da CTA. “Todos nós desempenhamos um papel no fim da pandemia, incentivando a vacinação e implementando protocolos de segurança corretos. Estamos assumindo nossa responsabilidade exigindo comprovante de vacinação para comparecer a CES 2022 em Las Vegas.”

A abordagem opcional presencial do CES 2022 é uma mudança em relação ao encontro totalmente digital do ano passado, quando as conferências aconteceram por meio de experiências virtuais em vez de eventos presenciais. Havia uma crença de que os grandes eventos presenciais voltariam em 2022, mas o surgimento da variante delta está mudando esse pensamento.

A abordagem híbrida proposta em 2022 será uma oportunidade e um desafio para cerca de 2 mil empresas, da Amazon à P&G, que já se comprometeram a estar em Las Vegas, pois terão que posicionar suas ofertas para o público físico e digital.

A conferência de 2022 terá novas categorias em torno de tecnologias emergentes como NFTs, tecnologia espacial, tecnologia de alimentos e destacará o crescimento de áreas como IA, AR / VR, jogos e computação, saúde digital, automotivo e transporte, entretenimento doméstico e casas inteligentes.

Os palestrantes já confirmados da CES 2022 incluem a presidente e CEO da General Motors, Mary Barra, e o CEO da T-Mobile, Mike Sievert.

A conferência é o exemplo mais recente de um grande evento que está sendo reestruturado devido ao surgimento da variante delta. Nessa segunda-feira, 16, a Amazon anunciou que cancelaria sua conferência de segurança, a Amazon Web Services, em Houston, Texas. Enquanto isso, a 2021 ANA Masters of Marketing Conference mantém a sua conferência presencial na Flórida em outubro, mas também está disponibilizando uma opção digital.

Publicidade

Compartilhe