Twitter: 82% dos usuários no Brasil assinam algum streaming

Buscar
Publicidade

Mídia

Twitter: 82% dos usuários no Brasil assinam algum streaming

Pesquisa ainda aponta que 46% dos brasileiros usam a rede para ler e compartilhar opiniões sobre serviços e produtos de streaming


5 de agosto de 2022 - 6h00

(Crédito: Shutterstock)

Uma pesquisa realizada pelo Twitter no Brasil apontou que 82% das pessoas presentes na rede assistem a conteúdo em mais de um streaming.  A Netflix (85%) lidera como a plataforma mais utilizada pelos usuários do Twitter, seguida por Amazon Prime Video (59%), Globoplay (53%), Disney+ (41%), HBO Max (41%), YouTube Premium (34%), Star+ (19%), Apple TV+ (11%) e Mubi (2%).

De novembro de 2021 a abril de 2022, a Netflix foi citada na maior quantidade de conversas na plataforma (64%), seguida pelo HBO Max (16%) e Globoplay (9%).

Os dados revelam  também que 46% dos brasileiros usam o Twitter para ler e compartilhar opiniões sobre serviços e produtos de streaming; 39% gostam de fazer comentários ao vivo;, 36% leem críticas; 25% usam para descobrir novos conteúdos e 17% comentam para apoiar o elenco de suas produções preferidas.

Esses resultados apontam que a rede social funciona como um termômetro para medir a opinião das pessoas que utilizam os streamings serviços, onde é possível ter uma visão mais clara das expectativas dos consumidores.

Poder de decisão

A pesquisa também identificou que a conveniência, facilidade e exclusividade dos streamings são os elementos que mais impactam no momento da decisão de assinatura do serviços. Para os usuários, poder assistir em vários dispositivos (61%) e em diversos momentos (54%), a facilidade na busca por conteúdo (48%) e a possibilidade de descoberta de novos conteúdos (47%) estão entre os principais motivos para a utilização dos serviços de streaming.

Já os 14% que não assinam nenhuma plataforma apontam o custo muito alto (33%); a falta de dispositivos compatíveis (11%); o fato de não conseguir encontrar conteúdo que agrade (11%) e o uso da conta de streaming paga por outra pessoa (7%) como motivação.

Publicidade

Compartilhe

Veja também