Estratégia da BMW nos e-sports passa por reinvenção

Buscar

Marketing

Publicidade

Estratégia da BMW nos e-sports passa por reinvenção

Jorge Jr., head de marketing da marca no Brasil, fala sobre o investimento na paiN Gaming, equipe que também é apoiada por Coca-Cola e TIM

Luiz Gustavo Pacete
9 de outubro de 2019 - 6h00

 

Equipe da paiN Gaming na ação em parceria com a BMW (Crédito: Divulgação)

A BMW anunciou nesta segunda-feira, 8, o patrocínio à paiN Gaming, equipe de e-sports especializada no jogo League of Legends (LoL). A notícia veio juntamente com um vídeo desenvolvido pela agência do time que vincula os modelos BMW i3 e BMW i8 (elétrico e híbrido) ao pro player Gabriel “Kami” Bohm, ao influenciador Ricardo “Piuzinho” e outras personalidades da paiN.

Thomas Hamence, CEO da paiN Gaming, explica que dentro do processo de consultoria à marca está o posicionamento atrelado à tecnologia, inovação e desempenho. Em maio, a equipe já havia recebido patrocínio da Coca-Cola e também já contava com o patrocínio da TIM. “Não só para a paiN, mas esse patrocínio faz com que o Brasil, não só em audiência, seja legitimado como a terceira maior potência de e-sports no mundo”, afirma.

Não só Coca-Cola e BMW, mas outros patrocinadores de peso vinculados aos esportes tradicionais vêm investindo em e-sports. A Mastercard, patrocinadora da Copa América 2019, assinou, no ano passado, um contrato inédito para ser a fornecedora exclusiva de serviços de pagamentos dentro dos torneios de LoL, organizados pela Riot. No Brasil, é a primeira vez que uma marca automotiva se associa diretamente a um time de e-sports. Jorge Jr., head de marketing da BMW Brasil, comenta a estratégia.

Jorge Jr., head de marketing da BMW Brasil. (Crédito: Divulgação)

Meio & Mensagem – O que levou a BMW a investir no segmento de e-sports?
Jorge Jr. – Por sermos uma marca com propósito de pioneirismo, jovem e focada no desafio de se manter tecnológica e conectada e de se reinventar, temos uma grande afinidade com e-sports que promove a adrenalina, a diversidade e a competição saudável de forma moderna e altamente conectada.

Qual a conexão da marca com esse público e quais serão os desdobramentos do patrocínio?
Nossos clientes e fãs estão cada vez mais conectados e vivendo em mundo digitalizado. Essa modalidade de esporte nos permite maior relacionamento com audiências mais jovens e nativas digitais, levando tecnologia, desejo e experiência inovadoras em um contexto inesperado.

Quais os aprendizados da marca desde a decisão de investir no segmento até a decisão pela paiN Gaming?
O e-sport cresce a cada dia e já é uma das indústrias mais relevantes do planeta e a paiN Gaming lidera esse mercado na América Latina. Por isso, entendemos que faz todo sentido estar ao lado de uma marca que traz entre seus valores o pioneirismo, juventude e que enxerga o futuro de maneira promissora e empolgante.

Existem muitas marcas não endêmicas chegando ao ecossistema de e-sports qual o desafio de fazer algo diferente?
O desafio é entender esse universo novo e gigantesco, repleto de oportunidades, comunicando-se de maneira relevante e interativa, agregando valor. Nosso objetivo é seguir inspirando nossas clientes e incentivar essa modalidade de esporte, mantendo sinergia entre o negócio e essa nova plataforma de comunicação.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • TIM

  • BMW

  • Coca-Cola

  • Pain Gamin

  • games

  • patrocínio

  • e-sports

  • Jogos Eletrônicos

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”