Construção e posicionamento de marca são artigos de luxo?

Buscar

Opinião

Publicidade

Construção e posicionamento de marca são artigos de luxo?

É uma estratégia acessível e que pode ser implementada no seu negócio, mesmo que ainda seja pequeno ou médio. E faz diferença?


24 de setembro de 2019 - 17h13

(Crédito: Aurielaki/Istock)

Depois de três anos construindo uma marca que se tornou referência no seu segmento, tenho convicção que a resposta para essa pergunta é não. Construção de marca não é artigo de luxo.

É uma estratégia acessível e que pode ser implementada no seu negócio, mesmo que ainda seja pequeno ou médio. E faz diferença? Acredite, você gastará muito menos em marketing se conseguir um bom posicionamento de marca.

A 33e34, por exemplo, minha marca à época, foi pauta de PEGN, Ana Maria Braga, Fátima Bernardes, Cláudia, UOL, Exame e centenas de outros veículos que nós jamais teríamos condições de comprar espaços. E não tem nada mais charmoso que o Louro José te elogiando em rede nacional!

Algumas dicas importantes vão te ajudar nesse processo e faço questão de elencar aqui as mais aplicáveis, mesmo que você não tenha uma equipe de marketing para cuidar disso:

1. Exercite seu storytelling. Escreva a história da sua marca de forma resumida. Depois peça que pessoas que não conhecem seu negócio leiam o texto e opinem sobre a clareza do que você faz.

2. Não esqueça de colocar um pouquinho de propósito nessa história (qual a diferença positiva que você leva à vida de seus clientes?)

3. Sempre que for convidado para uma palestra, painel ou qualquer evento, lembre-se de citar sua marca como parte da conversa. Mas não force. Tem que ser natural. Isso vai despertar nos espectadores a curiosidade de conhecer seu trabalho. E no meio da plateia sempre pode existir um jornalista que se interesse pela história.

4. Comece a contar a história da sua marca pelos menores blogs e sites locais de notícias (lembre-se que o efeito cascata nas publicações pode te levar para pautas nacionais — efeito cascata: um blog pequeno escreve sobre um assunto, um jornalista de um grande portal lê e quer falar sobre isso).

5. Seja acessível. Se alguém pedir dez minutos do seu tempo, atenda. A ajuda que você dá hoje pode ser transformar num depoimento positivo amanhã, que pode ajudar na sua marca.

6. Seja genuíno em suas atitudes. Não crie episódios fantasiosos para reforçar sua história. Se você não veio de uma família pobre, não acrescente isso na sua biografia.

7. Construa autoridade no mercado no qual sua marca está inserida. Entenda todos os aspectos do negócio e, sempre que possível, seja fonte de informações. Compartilhe matérias sérias, opine sobre mudanças nesse mercado, seja ativo nas discussões que envolvem sua área de atuação.

8. Tenha orgulho! Compartilhe e comemore em suas redes sempre que for pauta de uma matéria ou palestrar sobre sua marca. Uma empresa que tem uma pessoa normal como CEO causa muito mais empatia junto ao público.

9. Contrate uma assessoria de imprensa. Mas faça isso quando for possível, quando o caixa permitir. Vale lembrar que isso é investimento, e não custo.

10. Não tenha medo de contar sua história. Não tenha preguiça de construir sua marca. É trabalhoso, mas é recompensador.

**Crédito da imagem no topo: Mikkelwilliam/iStock

Publicidade

Compartilhe