Inteligência artificial pode ser benéfica ao mercado de trabalho?

Buscar

Opinião

Publicidade

Inteligência artificial pode ser benéfica ao mercado de trabalho?

Em geral associada à extinção de vagas, a IA também pode ter efeito diverso para algumas áreas


8 de setembro de 2021 - 6h00

No mercado digital, costuma-se associar a inteligência artificial (IA) à diminuição de postos de trabalho de profissionais em diversas áreas, principalmente aqueles ligados a atendimento. Mas há indícios de sobra que demonstram como esse pensamento é equivocado, já que são inúmeros os impactos positivos que este tipo de tecnologia promove na sociedade e nos mercados mundiais.

 

A tendência aponta para na direção de que os robôs irão ganhar mais espaço em diversas áreas, mas às vezes, aliados ao trabalho humano (Créditos: Tara Winstead/Pexels)

Para citar apenas um exemplo, o trabalho de um analista de mídias sociais pode ser muito aprimorado quando se vale de plataformas com ferramentas dotadas de IA para obter novas ideias, responder mensagens simples de maneira mais rápida ou mesmo trabalhar na construção e manutenção da persona de determinada marca.

O exemplo nos permite enxergar como a inteligência artificial traz soluções para problemas complexos por meio da adoção de automações muito úteis, gerando uma capacidade maior de processamento de dados em áreas nas quais ainda predomina a atividade humana, seja na realização de diagnósticos, elaboração de textos, relação com clientes e operacionalização de vendas ou até mesmo em transações financeiras.

A tendência aponta para na direção de que os robôs irão ganhar mais espaço em diversas áreas. Mas a intenção é que a inteligência artificial agilize muitas atividades realizadas pelos seres humanos, principalmente aquelas mais burocráticas, operacionais e repetitivas. Afinal, a inteligência artificial já faz parte do nosso dia a dia, mais do que imaginamos, e está muito presente na economia moderna, como na medicina, no e-commerce, em aplicativos de entrega de alimentos, de transporte ou em soluções de entretenimento como o Netflix.

É fato que algumas profissões vão deixar de existir com o passar dos anos, é uma prática natural do mercado para que novas atividades apareçam. Mas mesmo estando cada vez mais avançada e presente em diversas áreas de nossas vidas, é quase impossível que a inteligência artificial substitua o ser humano num curto espaço de tempo, pois não podemos ignorar o fato que o computador não é capaz de ter sentimentos ou emoções, assim como não é capaz de exercer a criatividade como nós.

Ainda é importante ressaltar que o uso da inteligência artificial nas corporações é fundamental para a retomada econômica no Brasil em tempos de crise, como a atual em que estamos vivendo por causa da Covid-19.

Nesse sentido, investir em capacitação dos funcionários para reter talentos faz-se necessário como estratégia de combate ao alto índice de desemprego no país. Ou seja, não adianta automatizar algumas funções sem capacitar os profissionais para ocupar os novos postos que irão surgir. Prover educação de qualidade em massa nos próximos envolve desafios muito maiores e estratégicos para ajudar nossos jovens a ocuparem os novos cargos que surgirão com o avanço inevitável da Inteligência Artificial.

*Crédito da foto no topo: iStock

Publicidade

Compartilhe