Conselhos para o Neymar

Buscar
Publicidade

Opinião

Conselhos para o Neymar

Chegou a hora de você deixar de ser o “Júnior” e passar a ser o único Neymar no mundo que realmente importa

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


30 de julho de 2018 - 10h23

Neymar no amistoso Brasil e Croácia (Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação)

Neymar, senta aí. Precisamos ter uma conversa séria a sós.

Neymar Pai, você pode nos deixar a sós por meia hora? Só meia hora por favor!

Vocês também, parças. Todos vocês 17 precisam sair daqui.

Bruna, isso inclui você também. Aproveita e leva o filho dele com você e segure ele lá fora.

Neymar Pai… Eu estou te vendo atrás da cortina. Preciso de um tempo com seu filho. Só meia hora. É para o bem dele.

Neymar, larga o telefone e para de tirar selfies agora. Não dá pra conversar assim.

Neymar Pai… se você não sair de trás do sofá agora eu não posso ajudá-lo. Aproveite e leve a sua filha com você. E avise o Kobe Bryant e os outros atletas que a Nike paga para promovê-lo nas mídias sociais para pararem de ligar um pouco.

(Porta fecha.)

Neymar: foco! Dá o telefone aqui. Seus cem milhões de seguidores no Instagram não vão te abandonar se você não postar nada na próxima meia hora.

(Porta abre.)

Não, Neymar Pai, ainda não acabamos. Não passaram nem dois minutos!

(Porta fecha.)

Neymar, o negócio é o seguinte: Eu não entendo nada de futebol e não estou capacitado a te dar nenhum conselho do que fazer nos campos. Isso você sabe muito bem. Você é um fenômeno. Um gênio. Sou um grande fã e torço pelo seu sucesso no Paris Saint-Germain e, principalmente, na seleção brasileira.

Mas toda essa gente aí fora não está sendo sincera com você. Você tem um problema sério e, se não se cuidar, vai acabar ficando sem nenhum patrocinador.

(Barulho na janela.)

Neymar Pai, eu estou te vendo aí fora pela janela… Isso é realmente necessário?

Se você não se importa com nada disso é melhor me avisar agora. Pelo menos eu não perco mais meu tempo com você.

Falei isso pro Ronaldinho Gaúcho e para o Adriano Imperador, mas eles duvidaram de mim. Agora estão aí, um jogando futsal na Índia e o outro… deixa pra lá. É isso que você quer pro seu futuro?

Sei que o Paris Saint-Germain te paga uma fortuna. Muito merecido pelo que você é capaz de fazer dentro dos campos. Mas uma hora isso acaba e sua imagem é tudo que restará.

Hoje, qualquer patrocinador escolherá o Hazard, o de Gea ou o Mo Salah antes de pensar em você. Isso sem falar no Cristiano, no Buffon e no menino Mbappé.

Se as coisas não mudarem, sua marca pessoal vai para o beleléu.

Depois dessa Copa, quem pensa em Neymar pensa em fingimento, jeitinho, farsa. Estes são atributos que nenhuma marca quer associada a si.

Veja a situação do Kaká: muitos consideram você mais talentoso do que ele nos campos, apesar de ele ter ganho a Copa do Mundo e a Bola de Ouro. Independentemente da opinião alheia, você tem muito o que aprender sobre administração de carreira e imagem com ele. Ele sempre foi um produto sensacional de marketing. Representa as melhores marcas do mundo e continua relevante anos depois de parar de jogar profissionalmente.

(Porta abre.)

Não, Neymar Pai, não queremos beber nada.

(Porta fecha.)

Antes que eu acabe, precisamos falar do seu pai. Chegou a hora de demiti-lo. Não como pai, mas como agente. Chegou a hora de você contratar um profissional para cuidar da sua carreira. Você é muito valioso para ser tratado assim.

Veja o Beckham, o Zlatan, o Pogba… Você vê alguém da família dizendo o que eles podem ou não podem fazer? Exigindo dormir no hotel onde eles se concentram com suas seleções? Muito pelo contrário. Eles são assessorados pelos melhores. Gente que defende seus interesses, mas também os ajuda a serem melhores dentro e fora dos campos.

Sem falar que “Neypai” é a denominação mais ridícula do futebol mundial.

Chegou a hora de você deixar de ser o “Júnior” e passar a ser o único Neymar no mundo que realmente importa.

Pelo bem da sua marca e do seu futuro comercial, demita seu pai.

(Porta abre.)

Pode entrar, Neymar Pai. Acho que chegou a hora de vocês dois terem uma conversa. Eu seguro o pessoal lá fora.

Publicidade

Compartilhe

Veja também