Segurança Cibernética Impulsionada por IA: Uma Escolha ou uma Necessidade?

Buscar
Publicidade

Opinião

Segurança Cibernética Impulsionada por IA: Uma Escolha ou uma Necessidade?

A segurança cibernética inclui diferentes componentes, todos os quais podem ser aprimorados usando IA

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


26 de junho de 2024 - 6h00

À medida que empresas de todos os setores exploram o potencial da IA Generativa para otimizar operações, personalizar experiências dos clientes e desbloquear um futuro repleto de inovação, infelizmente, o mesmo ocorre com os hackers.

A rápida evolução da Inteligência Artificial apresenta uma faca de dois gumes: embora ofereça às organizações muitas oportunidades, também equipa os cibercriminosos com novas ferramentas e truques poderosos.
De acordo com um estudo recente da Microsoft, 87% das empresas do Reino Unido, por exemplo, são consideradas “vulneráveis” a ciberataques, com 39% em estado de “alto risco”.

Cada vez mais os hackers estão utilizando inteligência artificial para automatizar ataques, fraudes eletrônicas para obter informações confidenciais dos usuários e explorar vulnerabilidades a uma velocidade sem precedentes. Por exemplo, algoritmos sofisticados podem criar campanhas de phishing impulsionadas por IA quase indistinguíveis de comunicações legítimas. Além disso, vários funcionários aceitam termos de plataformas de trabalho sem qualquer análise prévia, arriscando o acesso aos dados.

Violações e a falta de dados devido a preocupações de privacidade podem não apenas limitar ferramentas de segurança tradicionais, mas também serem extremamente custosas para as organizações. No ano passado, o custo médio global de uma violação de dados foi de quase £3,5 milhões, um aumento de 15% em relação a três anos atrás (segundo a IBM).

A segurança cibernética inclui diferentes componentes, todos os quais podem ser aprimorados usando IA.
Um desses componentes é a Detecção Aprimorada de Ameaças. A IA Generativa pode analisar uma quantidade enorme de dados em tempo real, identificando falhas e atividades suspeitas que podem escapar aos pesquisadores.

Essa capacidade se traduz em uma detecção e mitigação mais rápida de ameaças antes que elas possam causar estragos. Por exemplo, sistemas impulsionados por IA podem monitorar o tráfego de rede de forma contínua, identificando padrões que sugerem uma possível violação e alertando as equipes de segurança imediatamente.

O segundo componente é a Automatização de Tarefas Repetitivas. As equipes de segurança muitas vezes estão sobrecarregadas com tarefas manuais como análise de ameaças, resposta a incidentes e revisão de registros. A IA pode automatizar essas tarefas, liberando tempo valioso para os profissionais de segurança se concentrarem em iniciativas estratégicas e investigações complexas.

E por fim, aperfeiçoar – sempre – a expertise em Segurança. A lacuna de habilidades em cibersegurança é um desafio bem documentado e a IA pode preencher esse espaço aumentando as capacidades das equipes de segurança existentes. Ao automatizar tarefas rotineiras, ela capacita os profissionais de segurança a aproveitar sua expertise em ameaças de nível superior.

Portanto, para construir uma estratégia de segurança eficaz impulsionada por IA Generativa requer uma abordagem proativa e bem fundamentada.

Primeiramente, é essencial identificar suas necessidades específicas através de uma avaliação abrangente da postura de segurança atual. Identifique áreas onde a IA pode otimizar a eficiência e a eficácia ao abordar suas vulnerabilidades específicas. Por exemplo, investir em soluções que aprimorem a segurança de e-mails seria uma medida estratégica se sua organização lida frequentemente com ataques de phishing.

Investir nas ferramentas adequadas é o próximo passo crítico. Explore as soluções de segurança baseadas por IA disponíveis no mercado. Procure por ferramentas que se alinhem com suas necessidades específicas e orçamento. A Gartner prevê que, até 2025, 60% das organizações usarão IA para cibersegurança, acima dos menos de 30% em 2021. Este mercado em crescimento oferece uma variedade de soluções adaptadas a vários requisitos de segurança.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como as redes sociais podem contribuir na conversão do e-commerce?

    Como as redes sociais podem contribuir na conversão do e-commerce?

    Levantamento da Nuvemshop aponta maior interferência das redes sociais na venda direta de produtos online no primeiro semestre

  • Pipeline Capital lança concurso para startups de GenAI Commerce

    Pipeline Capital lança concurso para startups de GenAI Commerce

    Iniciativa visa reconhecer IA como elemento acelerador do crescimento das empresas na área de varejo e e-commerce no Brasil