DE 08 A 16 DE MARÇO DE 2024 | AUSTIN - EUA

SXSW

Revelando Insights das Fronteiras da Inovação

Explorando o futuro da saúde e das marcas com propósito no SXSW


12 de março de 2024 - 15h13

O South by Southwest (SXSW) serve como um caldeirão de ideias onde criatividade, tecnologia e preocupações sociais convergem para moldar o futuro. Em sua última edição, o evento tem trazido discussões interessantes sobre as vanguardas da inovação em saúde e branding com propósito, apresentando uma diversidade de perspectivas e iniciativas.

No painel “Futurescape 2050: Traçando o Caminho para a Equidade e Justiça”, o debate sobre equidade ocupou o centro do palco, projetando-se para 2050 e vislumbrando um cenário onde a inclusividade permeia todos os aspectos da sociedade. Temos necessidade de mudanças transformadoras, com a integração do tema da equidade na educação, na liderança corporativa (ainda composta majoritariamente por homens brancos) e no design de produtos. As empresas querem atingir o maior número de pessoas possível e a resposta para isso é equidade.

Alinhado com as expectativas da geração Z, cada vez mais as marcas buscam o seu propósito. No painel “Impacto Global, Toque Pessoal: Revelando o Poder do Marketing com Propósito”, o debate destacou a importância da autenticidade na mensagem da marca. As marcas podem ter uma estratégia global, mas é importante ter uma escuta atenta da comunidade para agregar valor no contexto local. Abraçar a diversidade e a inclusão emergiram como princípios orientadores, com grandes oportunidades para marcas aproveitarem a IA para ter uma abordagem bem mais multicultural, possibilitando ações como criar campanhas diferentes para públicos diferentes. Lembrando sempre da importância de ter a representatividade não apenas no casting mas também na equipe de criação e atrás das câmeras.

Falando em conexões, no painel “Transformando Interações Sociais e Eventos ao Vivo”, a Realidade Aumentada (RA) emergiu como uma ferramenta transformadora na melhoria das experiências dos fãs e na promoção do engajamento comunitário. Alavancar as capacidades imersivas da RA promete redefinir a experiência do espectador, unindo o melhor da experiência ao vivo com o melhor do que seria estar assistindo pelo celular. A RA cria camadas de conexões mais profundas e experiências interativas, o que pode ser uma excelente oportunidade para marcas irem além da comunicação visual em um evento.

A tecnologia também se destaca no SXSW como uma ferramenta para saúde mental. A exploração do potencial terapêutico dos videogames foi ressaltada no painel “Os Videogames Podem Tratar a Saúde Mental? O Poder do Jogo”. Estudos mostram que jogos como Plants vs Zumbis, Animal Crossing e Tetris apresentaram efeitos de redução da depressão e prevenção do Transtorno de Stress Pós-traumático (TSPT), mesmo que não intencionalmente. Vince Kadlubek, fundador da Meow Wolf, enfatizou o poder transformador de participar de uma experiência imersiva. Ao adentrar em algo novo, quando você não sabe o que esperar, seu cérebro passa por uma expansão, uma reação semelhante a uma viagem psicodélica, com um potencial real de ajudar as pessoas. A Medicina Imersiva vai além da Medicina Gamificada, e deve começar pela mídia, além de utilizar os conceitos da neurociência para buscar efeitos terapêuticos, como incluir técnicas de respiração para controlar momentos de tensão em um jogo, que depois são transferidas para a vida real.

Na linha terapêutica dos psicodélicos, o MDMA está prestes a ser aprovado pelo FDA para tratamento do TSPT. No painel “Além do MDMA: Financiando Futuros Medicamentos Transformadores”, insights sobre o reino dos medicamentos transformadores, especialmente os psicodélicos, destacaram tanto promessas quanto desafios. Enquanto avanços foram feitos, obstáculos em financiamento de pesquisa e estruturas regulatórias persistem. Investidores e Venture Capitals buscam estudos que já estejam além da fase pré-clínica e o estudo de psicodélicos ainda está muito no início. Os biomarcadores já podem mostrar cientificamente que o cérebro de uma pessoa medicada com psicodélicos evolui de uma forma contraída para uma expansão. O potencial dos psicodélicos para revolucionar o tratamento da saúde mental permanece como um farol de esperança, sustentado por avanços científicos e paradigmas terapêuticos em evolução.

Em conclusão, o SXSW serve como um hub para catalisar o diálogo e a inovação nas interseções da saúde, tecnologia e mudança social. À medida que essas conversas evoluem e as iniciativas se enraízam, a trajetória rumo a um futuro mais equitativo e com propósito continua a se desenrolar, impulsionada pela colaboração, criatividade e um compromisso compartilhado com o impacto positivo.

Publicidade

Compartilhe