Com Bitso, São Paulo passa a vender ingressos com criptomoedas

Buscar
Publicidade

Marketing

Com Bitso, São Paulo passa a vender ingressos com criptomoedas

Nova opção de pagamento já está disponível para todos os sócios-torcedores do clube em todos os jogos em que o time for o mandante

Amanda Schnaider
26 de maio de 2022 - 6h00

A partir desta quinta-feira, 26, os membros do programa Sócio Torcedor do São Paulo Futebol Clube podem comprar ingressos para os jogos do time utilizando criptomoedas. Essa nova modalidade só se tornou possível graças a parceria do clube com a Bitso, que teve início no começo deste ano quando a plataforma de criptomoedas anunciou o patrocínio do clube por três anos.

 

Fábio Gloeden Brum foi o primeiro sócio-torcedor do São Paulo Futebol Clube a comprar um ingresso com cripto (crédito: divulgação)

A nova opção de pagamento está disponível para todos os jogos em que o São Paulo for o mandante, seja no estádio do Morumbi, seja em outro estádio. Num primeiro momento, a opção de pagar com criptomoedas é exclusiva para sócios-torcedores cadastrados que já tenham recebido a carteirinha de membro do programa. A empresa pretende estender essa opção para os demais torcedores em breve.

O sócio-torcedor que quiser adquirir um ingresso por meio de criptomoedas deve seguir o processo usual de compras pelo site da Total Acesso, fazer o registro como membro ST e selecionar a opção de pagamentos com criptomoedas. Para uma experiência mais rápida e segura a Bitso recomenda que o sócio-torcedor utilize a plataforma da empresa. A Bitso também é parceira do São Paulo na custódia e liquidação das receitas de vendas obtidas com criptoativos, contribuindo para a gestão financeira do clube.

Fábio Gloeden Brum foi o primeiro sócio-torcedor do São Paulo Futebol Clube a comprar um ingresso com cripto no Brasil e ele escolheu o bitcoin como forma de pagamento. Para marcar este momento, Brum foi presentado pela Bitso e pelo São Paulo com uma NFT que representa o primeiro ingresso do País a ser comprado com bitcoin.

Antônio Mota, diretor de marketing da Bitso no Brasil, explica que abrir essa possibilidade de compra por meio de criptomoedas para os torcedores do São Paulo sempre foi o desejo da Bitso desde o início da parceria com o clube e que viabilizar essa possibilidade para os fãs do clube é uma forma de mostrar como as criptomoedas podem ser inseridas na rotina das pessoas de forma natural, fator que vai de encontro ao objetivo da companhia.“Toda a inovação que trazemos para o mercado trazemos com uma consciência muito grande de que precisamos prover um ambiente seguro para os nossos clientes na hora de viver essas experiências, por isso que percebemos como é importante ter regulamentação e por isso que falamos o tempo inteiro que um dos nossos grandes aliados é a educação do consumidor com relação à cripto”, reforça Mota. Eduardo Toni, diretor executivo de marketing do São Paulo entende que oferecer mais opções ao torcedor é um passo importante para tomar o Morumbi um estádio mais moderno e as criptomoedas mais acessíveis.

 

 

 

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também