Campanhas querem simplificar o ato de investir

Buscar

Comunicação

Publicidade

Campanhas querem simplificar o ato de investir

Para tentar democratizar o conhecimento sobre finanças, bancos e corretoras de investimentos vão à TV com linguagens mais simples e objetivas

Bárbara Sacchitiello
18 de setembro de 2018 - 10h59

Por muitos anos, as campanhas de bancos de investimentos e corretoras ficaram restritas a um público específico, com certa familiaridade com temas de educação financeira. Com a proposta de mostrar que a consciência em relação ao próprio dinheiro é algo necessário não apenas para quem possui altas cifras na conta bancária, as empresas do setor vêm fazendo um forte investimento na mídia de massa – sobretudo na TV – para mostrar às pessoas que investimento financeiro pode estar ao alcance de todos.

Atualmente, três campanhas estão usando a força da televisão para mostrar suas opções de investimentos ao público. A mais recente delas, da XP Investimentos, fez a ousada contratação de Luciano Huck – que por anos foi garoto-propaganda do Itaú – para dizer que “mudou para a XP” e exaltar as vantagens da corretora em relação a um banco tradicional. A nova escolha de Huck, no entanto, não é uma “traição” em relação ao Itaú uma vez que a instituição financeira é dona de quase 50% da XP Investimentos, em uma negociação feita no ano passado. Ainda assim, no comercial, assinado pela Grey Brasil, o apresentador exalta as vantagens que uma instituição como a XP pode oferecer, como ausência de taxas e maiores rendimentos. Veja:

“A XP vem liderando uma mudança na forma de investir dos brasileiros e a parceria com o Luciano Huck, que é um comunicador e um agente de transformação, potencializa nossa estratégia de ser a principal alternativa aos bancos, como uma opção de investimento mais moderna, eficiente, segura e rentável”, comenta Fernando Vasconcellos, sócio e head de marketing do Grupo XP, em comunicado. A entrevista com Huck mostrada no comercial de TV é apresentada na íntegra no canal da empresa, no YouTube.

Enquanto a Grey e a XP recorreram à Luciano Huck, o Banco do Brasil também procurou um rosto famoso para falar de sua área de investimentos, mas invertendo um pouco o papel tradicional da celebridade em um comercial. Em comercial assinado pela Lew’Lara\TBWA, a atriz Giovanna Antonelli apresenta todos os clichês típicos de comerciais de investimentos (executivos de roupa social em escritórios com vista panorâmica, salas de reunião, pastas e notebooks) para, posteriormente, sair de cena e dar lugar a uma jovem anônima, que ressaltava que, na verdade, investir era bem mais simples do que tudo isso. Veja:

Ao divulgar a campanha publicitária, Felipe Luchi, sócio e CCO da Lew’Lara\TBWA, declarou, em comunicado, que a proposta da agência e da marca era, justamente, desconstruir a aura de sofisticação que sempre permeou a comunicação financeira. “Basta observar um pouco as campanhas de investimentos feitas por bancos e corretoras para ver que já se criou um clichê na categoria. Fomos na direção contrária, expondo que marcas que não pensam diferente provavelmente estão te entregando os mesmos resultados de sempre”, declarou o criativo.

Rico, eu?
Com um forte engajamento nas redes sociais, o jornalista Evaristo Costa também foi escolhido para mostrar que investimento não é coisa apenas de altos executivos. A empresa digital de investimentos Rico, também do grupo XP, usou o jornalista para falar, de forma descontraída, sobre educação financeira. Na campanha, criada pela Fbiz, Evaristo também brincou com os clichês do setor. “Quando você pensa em jornalista, quem vem à sua mente? Profissionais sérios, reservados, sentados em uma bancada? Eu sou Evaristo Costa, jornalista e influenciador digital”, diz o garoto-propaganda, aparecendo de calça jeans, tênis e de forma bem coloquial. Veja:

Na sequência, Evaristo também questiona sobre os estereótipos que envolvem os investidores e fala que ele também é investidor e que as outras pessoas podem ser. Além da campanha na TV, Evaristo e outros influenciadores também participaram de vídeos no YouTube, falando sobre educação financeira e investimentos.

Investir na felicidade
“As coisas da vida que têm mais valor se abrem assim para a gente: de maneira simples”. Foi esse discurso que a Tech and Soul escolheu para mostrar ao público que abrir uma conta em um banco de investimentos é algo descomplicado. Na campanha criada para o BTG Pactual Digital, a agência também procurou mostrar as facilidades do processo e associar o ato de investir às pequenas felicidades cotidianas.

“Existem coisas que parecem pequenas, mas que fazem toda a diferença na vida quando abrimos. É o caso dessas situações cotidianas e, sem dúvida, de uma conta no BTG Pactual. O objetivo da campanha é trabalhar com essas emoções”, disse Flavio Waiteman, sócio e CCO da Tech and Soul, em comunicado. Veja o comercial:

Programa de TV
Também com a proposta de colocar o investimento nas conversas diárias das pessoas, o Itaú Personnalité, a agência DPZ&T e a GloboNews se uniram em um projeto de conteúdo chamado “Investimento 360”. A cada semana, no intervalo comercial do programa Em Pauta, um programete é exibido com dicas de especialistas sobre as melhores opções para quem deseja fazer seu dinheiro render. Além da ação de conteúdo, a marca também se tornou patrocinadora do programa. Veja um dos episódios:

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agencias

  • Lew'Lara\TBWA

  • Campanhas

  • Finanças

  • fbiz

  • Grey Brasil

  • BTG Pactual

  • XP Investimentos

  • Banco do Brasil

  • Tech and Soul

  • Evaristo Costa

  • Luciano Huck

  • Rico

  • Giovanna Antonelli