“É hora de repensar posicionamento”, diz CMO da Youse

Buscar

Marketing

Publicidade

“É hora de repensar posicionamento”, diz CMO da Youse

Thaiza Estevão destaca que as marcas possuem o dever, neste momento, de equilibrar propósito e estratégia comercial

Luiz Gustavo Pacete
31 de março de 2020 - 6h00

Thaiza Estevão

Propósito. Essa é a palavra que aparece na maioria das indicações feitas por líderes de marketing como a melhor forma de lidar com um período de crise. Ser fiel ao propósito é tão importante quanto definir um gerenciamento eficiente de crise e a inovação para desenvolver novas estratégias. De acordo com Thaiza Estevão, CMO da plataforma de seguros online Youse, muito mais do que serem oportunistas, mas marcas precisam se mostrar, mais relevante do que nunca.

Meio & Mensagem – Como você enxerga o papel das marcas em um momento como este e qual a importância do propósito?
Thaiza Estevão – Em um momento assim, o principal papel das marcas é humanizar o relacionamento com as suas redes se tornando relevantes na vida das pessoas, muito mais que surfar em uma onda de oportunidade puramente comercial. Este desafio se torna um pouco mais fácil para marcas que são pautadas pelo propósito.

M&M – Quais os aprendizados de resiliência, inovação que você tira desse momento e qual o papel do líder de marketing nessas horas?
Thaiza – Na minha posição, preciso ter uma visão ampla e flexível de oportunidades e estratégias que o momento pode proporcionar. Além de ter a responsabilidade dos objetivos comerciais da companhia, tenho também o dever de não deixar o nosso propósito de lado. Precisamos enxergar as necessidades dos nossos clientes como ponto de partida, afinal isso faz parte do nosso DNA. Um momento como este nos obriga sermos ainda mais ágeis e resilientes em nossas tomadas de decisão, o que nos incentiva a enxergarmos outros caminhos para inovar.

M&M – Qual o papel de marcas disruptivas, como a Youse, neste momento e qual o papel da publicidade?
Thaiza – O nosso papel sempre será o de ser relevante na vida das pessoas, não apenas com o nosso produto, mas oferecendo um atendimento, um serviço e, principalmente, um relacionamento genuíno com o todo o nosso ecossistema – clientes, fornecedores, colaboradores e parceiros. Neste cenário, a publicidade tem o papel de reforçar valores e ser percebida e lembrada como uma marca que vai além dos limites do seguro enquanto produto. É reforçar que segurança é estado de espírito, empoderamento e informação.

M&M – Por fim, o que você recomenda ao mercado, às marcas e ao marketing em um momento tão difícil?
Thaiza – Precisamos ter ouvidos atentos e o cliente como ponto de partida, não como discurso, mas de forma prática e objetiva. Agora, pode ser uma boa hora de repensar posicionamentos e enxergarem o quão relevante e atuante podem ser dentro de um ecossistema que vai muito além do negócio como comercialização de produto e serviço.

Confira as outras entrevistas com os CMOs das principais empresas repercutindo a crise atual:

“Um novo normal será estabelecido”, diz CMO da Nestlé
Frank Pflaumer observa que o momento de crise testa a capacidade de agir de forma ágil, inovadora e resiliente por parte das marcas

“É hora de provar a capacidade de inovar”, diz CMO da OLX
Sandra Montes fala sobre a importância do propósito, da liderança e da importância de buscar maneiras criativas de sair dessa crise

“É hora de ser fiel à essência”, diz CMO da Alpargatas
Fefa Romano, diretora-global de marketing da dona da Havaianas, reforça que é preciso separar a visão de presente e a visão de futuro

“As marcas não devem se alienar”, diz CMO da Ambev
Ricardo Dias reforça a importância de que, neste momento, o marketing repense seu papel na sociedade, reflita e faça uma autocritica

“A urgência agora é ser efetivo e ágil”, diz CMO do Burger King
Ariel Grunkraut aponta a importância de reforçar o propósito da marca em momentos de crise e complexidade

“Não é hora de ‘fazer marketing’”, diz CMO da Rappi
Fernando Vilela, também responsável pela área de growth do app de delivery, reforça as medidas tomadas para um serviço que se tornou essencial

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Thaiza Estevão

  • Nestlé

  • Burger King

  • Ambev

  • OLX

  • Alpargatas

  • Youse

  • RAPPI

  • marketing

  • Publicidade

  • Crise

  • novo coronavírus