Por que a Nescafé decidiu plantar 3 milhões de árvores

Buscar
Publicidade

Marketing

Por que a Nescafé decidiu plantar 3 milhões de árvores

Empresa, que criou projeto em conjunto com a SOS Mata Atlântica, pretende ser a primeira marca de café a neutralizar carbono o Brasil

Henrique Cesar Mello
29 de setembro de 2021 - 16h55

A Nescafé assumiu um compromisso pelos próximos cinco anos junto a ong SOS Mata Atlântica. A cada lata ou vidro de Nescafé Origens do Brasil comercializado, a empresa irá contribuir com o plantio de uma árvore no bioma. Essa será a maior ação já realizada pela ong e a meta é de que sejam plantadas três milhões de árvores.

Desde o lançamento do produto em 2018, o Origens do Brasil, primeira linha 100% brasileira da Nescafé, já se apresentava como uma marca com o DNA compromissado com o meio ambiente, com um pacto de, até 2022 se tornar a primeira marca carbono neutro do País na área de café solúvel e para coar.

Desde o lançamento do produto em 2018, a Origens do Brasil, primeira linha 100% brasileira da Nescafé, já se apresentava como uma marca compromissada com o meio ambiente, com um pacto de, até 2022 se tornar a primeira marca carbono neutro do País na área de café solúvel e para coar (Créditos: Divulgação)

“Dentro do nosso compromisso de ser a primeira marca de café carbono neutro do País, estamos atuando em diferentes frentes de trabalho. Nosso objetivo é que a marca possa impactar o planeta de forma genuína e positiva, portanto acreditamos na máxima do regenerativo: é preciso subverter a lógica do extrativismo, e mais do que nunca, devolver mais do que retiramos do planeta. Plantar árvores é uma das nossas ações, mas ser verdadeiramente sustentável é nossa finalidade”, conta Rachel Muller, diretora de cafés da Nestlé. “Consequentemente, a parceria com a SOS Mata Atlântica reforça essa caminhada. Estamos unidos na recuperação desse bioma tão importante para o Brasil e nossas operações com uma ação que conta com a participação de todos: do produtor de café ao consumidor final”, completou.

A ação estará presente em todas as mídias digitais da empresa, assim como no discurso de cada um de seus embaixadores, além dos pontos de venda e nas embalagens dos produtos.

“Hoje em dia, não basta apenas fazer algumas ações. Sustentabilidade é uma tendência irreversível e precisa estar no centro de todas as nossas atividades – não somente pelos atributos positivos que uma marca realmente sustentável pode construir, mas principalmente porque não acreditamos em um jeito diferente disso no que diz respeito a construir o nosso futuro. Fazer sustentabilidade em cafés também constrói um novo olhar sobre a cafeicultura, que impacta não só o meio ambiente, mas também os produtores rurais e a comunidade ao redor dessas fazendas”, disse Rachel.

Publicidade

Compartilhe

Veja também