Vem aí o melhor Festival de Cannes de todos os tempos

Buscar

Cannes Lions

17 a 21 de junho de 2024 | Cannes - França

Diário de Cannes

Vem aí o melhor Festival de Cannes de todos os tempos

Antes tarde do que nunca, o evento dá sinais de que está buscando se tornar menos desigual


9 de junho de 2017 - 11h00

Sim, escolhi um título otimista para chamar a sua atenção. Mas não foi à toa. Realmente, acredito que esse Festival será o melhor de todos.

Explico o porquê.

Pela primeira vez, teremos um festival com participação feminina relevante: o júri será composto 43% por mulheres.

No line up podemos ver diversas palestrantes mulheres.

O “See it Be It”, programa que seleciona publicitárias do mundo inteiro e oferece diversos cursos, workshops e experiências, vai acontecer de novo.

Quer dizer, antes tarde do que nunca, o Festival dá sinais de que está buscando se tornar menos desigual.

O trabalho “Fearless Girl” vai ganhar tudo e merece, mas faz tempo que as peças inscritas no Festival falam de sexismo, discriminação, preconceito, desigualdade e empoderamento.

Faltava mesmo o próprio Festival reavaliar suas escolhas e praticar o discurso dos trabalhos premiados.

Ano passado, vi algumas pessoas reclamando da quantidade de ideias com esses temas. Mas se as campanhas não abordarem essas tensões, o mundo não vai mudar sozinho.

Inclusive, algumas semanas atrás, no mesmo red carpet, durante o Festival de Cannes de Cinema, Nicole Kidman ao receber o prêmio de honra da 70ª edição, destacou que apenas 4% dos filmes foram dirigidos por mulheres.

Nos filmes publicitários, o número é menor: 3%. Por isso, movimentos como o “Free the Bid” são mais do que necessários.

Penso ainda que, além das mulheres, homens também podem ajudar a cobrar números mais iguais. A luta é delas, mas a causa pode ser de todos.

E nós que trabalhamos com comunicação precisamos de todas as perspectivas, sem falar dos aprendizados.

Ao longo dos anos do Festival, aprendi muito com palestras apresentadas por grandes mulheres. Cindy Gallop, Madonna Badger, Joanna Coles, Patti Smith, só para citar algumas.

Só não tem como falar de tudo isso aqui e não comentar um detalhe importante: é uma pena que na contramão do Festival, que parece estar evoluindo, a gente tenha 17 jurados brasileiros, mas apenas 2 juradas.

Afinal, temos tantas profissionais de marketing e publicitárias brilhantes em nosso mercado.

Bom, que venha o Festival de Cannes 2017, o melhor de todos os tempos, embora já tenha refação para o ano que vem.

Um ótimo Festival para todo mundo.

Publicidade

Compartilhe

Veja também