Cannes Lions: os cases favoritos aos Leões em 2021

Buscar

Comunicação

Publicidade

Cannes Lions: os cases favoritos aos Leões em 2021

Com base nos shortlists já divulgados e nos resultados de D&AD, One Show e ADC, Meio & Mensagem lista cases internacionais com mais chances de troféus

Alexandre Zaghi Lemos
16 de junho de 2021 - 6h00

Tradicional palco de alguns dos mais inovadores e criativos trabalhos realizados pela indústria de publicidade de todo o mundo, o Cannes Lions, a partir da próxima semana, irá consagrar novos cases com seus cobiçados troféus a partir da próxima segunda-feira, 21.

Baseado nos já divulgados shortlists de Titanium, Innovation e Glass e nos recentes resultados de D&AD, One Show e ADC, Meio & Mensagem lista quais são os cases internacionais com mais chances de conquistar os jurados do Festival nas disputas pelos principais prêmios da edição 2021.

“Boards os Change”, da FCB Chicago para a cidade de Chicago
Em apoio ao movimento Black Lives Matter, a ação usou placas de compensado, que tampavam lojas durante a pandemia, grafitadas com mensagens de protesto, para construir cabines de votação que facilitaram o pré-cadastro dos elitores interessados em participar das eleições presidenciais de 2020.

“Moldy Whopper”, da Ingo Stockholm, David Miami e Publicis Bucharest para Burger King
O já premiadíssimo filme mostra de forma acelerada os 34 dias de decomposição do sanduíche para promover a remoção, na Europa, de conservantes artificiais do Whopper – e aproveita para alfinetar o concorrente McDonald’s, que já foi alvo de experimentos que mostravam que o Big Mac não se decompõe.

“#WombStories”, da AMVBBDO London para LIbresse
“A marca de absorventes pode repetir a boa performance que teve e 2019, quando sua “Viva La Vulva” foi a terceira campanha mais premiada do mundo em Cannes. A nova ação mistura filmes de animação muito caprichados com histórias reais de mulheres sobre tabus como não ter filhos e sofrimento no período menstrual. No One Show, conquistou ¨GPs.

“Michelob Utra Courtside”, da FCB New York para Michelob Ultra, Microsoft e NBA
Patrocinada pela cerveja Michelob Ultra, a experiência das plateias virtuais em telas digitais colocadas nas quadras das finais da NBA, viabilizadas pelo Teams, da Microsoft, engajou até o ex-presidente Barack Obama e chega a Cannes carregando três Grand Prix do One Show.

“The Uncensored Library”, da DDB Berlin para Repórteres Sem Fronteiras
Para driblar a cenrusa de alguns países, a ONG colocou artigos proibidos em uma biblioteca virtual construída dentro do game Minecraft, que consegue driblar bloqueios impostos à internet e permitir acesso global às informações.

“You Love Me”, da Translation LLC para Beats by Dre.
A campanha da marca de fones de ouvido e equipamento de áudio da Apple coordena as experiências cotidianas de desigualdade e racismo enaltecendo a música, o estilo e a cultura negras. Para o A-List, do Ad Age, é o filme mais artisticamente bem trabalhado do ano.

“Enjoy Before Returning”, da Publicis Italy para Diesel
O filme aborda de forma bem-humorada a prática de comprar um item online, usá-lo uma vez e, depois, devolvê-lo. A postura ousada da marca, de não incentivar, mas também de não condenar o comportamento, é inédita na indústria do vestuário.

“True Name”, da McCann New York para Mastercard
A ação permite que pessoas trans mudem seus nomes com facilidade nos cartões de crédito e aborda o tema em comercial explicativo protagonizado por atores transgêneros e não-binários. Ganhou dois GPs no One Show e está nos shortlists de Titanium e Glass.

 

Publicidade

Compartilhe